Assine Já
segunda, 28 de setembro de 2020
Região dos Lagos
35ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8330 Óbitos: 430
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 491 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2757 145
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1341 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
CONTRARIANDO ORDEM JUDICIAL

Ibascaf anuncia que vai escalonar salários de aposentados e pensionistas

Instituto anuncia três datas para fazer pagamento referente ao mês de julho

07 agosto 2020 - 20h41Por Rodrigo Branco

O Instituto de Benefícios e Assistência aos Servidores Municipais de Cabo Frio (Ibascaf) anunciou que os salários de julho dos aposentados e pensionistas serão pagos de forma escalonada, por faixas salariais, contrariando uma determinação judicial da 2ª Vara Cível de Cabo Frio. 

A alegação para o novo fracionamento é a crise financeira no município, provocada pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com o Ibascaf, a Secretaria de Fazenda enviou um calendário de repasses, com três datas, a partir da próxima quarta-feira (12), quando está previsto o depósito dos salários de quem recebe até R$ 3 mil.

Na outra quarta-feira (19), receberão aqueles que têm salários entre R$ 3 mil e R$ 6 mil. Pelo calendário divulgado pelo instituto de Previdência, a folha será encerrada somente no próximo dia 25, com o pagamento daqueles que recebem acima de R$ 6 mil.

 “A Prefeitura reconhece que precisa efetuar o pagamento de todos os benefícios previdenciários até o quinto dia útil, até mesmo para cumprir a ordem judicial vigente impetrada pelo Ibascaf. Devido à insuficiência financeira provocada pela crise econômica em virtude da pandemia, será preciso escalonar os pagamentos de todos os beneficiários referentes ao mês de julho/2020”, diz o texto do comunicado.

Os alegados problemas financeiros, aliás, foram o motivo alegado pelo Ibascaf para pedir na Justiça a suspensão, por 90 dias, da liminar que o próprio instituto havia pedido. A decisão foi tomada em conjunto com representantes da Prefeitura e da Comsercaf, durante uma reunião realizada no dia 27 de julho, de acordo com documentos vazados nas redes sociais na tarde desta sexta-feira (7).

O pedido de liminar havia sido feito pelo Ibascaf, por imposição do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ), mas a iniciativa foi malvista por integrantes do governo próximos ao prefeito Adriano Moreno (DEM), conforme admitiu publicamente o presidente da autarquia, Antônio Damique Teixeira. A decisão judicial, que beneficiou os aposentados, mas causou constrangimentos internos, agora pode ser derrubada.

Em nota, o Ibascaf confirmou que houve uma reunião com gestores municipais, mas não mencionou o recuo quanto à liminar.

“Na ocasião (da reunição), foi apresentada enorme queda na arrecadação de recursos próprios do Município de Cabo Frio (verbas oriundas de tributos municipais) - vale lembrar que aposentadorias e pensões só podem ser custeadas com repasses de contribuições previdenciárias e recursos próprios, jamais com royalties. Nesse contexto, restou consignado que a Secretaria de Fazenda condicionaria ao IBASCAF um calendário de pagamento dos aposentados e pensionistas, a fim de, pelo menos, garantir o pagamento em datas fixas e dentro do mesmo mês. Ressalta-se que o escalonamento não é o desejo de nenhuma das partes, mas a única forma possível de se assegurar o pagamento dos benefícios previdenciários”, diz o texto do comunicado enviado à Folha.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.