Assine Já
sexta, 14 de agosto de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
17ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 5213 Óbitos: 304
Confirmados Óbitos
Araruama 846 62
Armação dos Búzios 384 9
Arraial do Cabo 132 12
Cabo Frio 1721 100
Iguaba Grande 420 26
São Pedro da Aldeia 796 44
Saquarema 914 51
Últimas notícias sobre a COVID-19
irmão procura

Homem não vê irmão há 13 anos e procura ajuda para encontrá-lo

O jovem Gabriel morava em Cabo Frio na única vez que o irmão o viu

07 julho 2015 - 10h24
Homem não vê irmão há 13 anos e procura ajuda para encontrá-lo

Cenas da vida real que parecem vir de um roteiro dramático. Um jovem que só viu o pai duas vezes – logo depois da segunda vez que o viu, em 2003, teve a notícia que o mecânico Aldair Amorim, 55, havia sido assassinado na saída de um comício na Praça Porto Rocha. Um ano antes, Aldair Júlio de Carvalho, o filho que hoje busca um final feliz para esta história, havia conhecido o irmão Gabriel, de apenas dois anos. Desde então, nunca mais teve notícias do mesmo e hoje, aos 27 anos, o porteiro que mora no Gradim, São Gonçalo, tem um único sonho: achar o seu irmão.

– Eu preciso encontrar o meu irmão. Não sei se ele tem o sobrenome do nosso pai, Amorim, mas acho que o Gabriel deve ter uns 16 anos. Lembro que ele morava numa rua sem saída no centro. Era a última casa da rua e lembro bem porque o dia que conheci meu irmão foi o melhor da minha vida – se emociona Aldair.

A rua a que ele se refere é uma travessa sem saída e sem nome, que fica entre as ruas Miguel Couto e Antônio Feliciano de Almeida, no Centro de Cabo Frio. Segundo a memória do Aldair, o pai morava lá com a esposa – a mãe do irmão Gabriel, mas ele não sabe o nome dela.

– Eu tenho poucas informações, só sei que a irmã da viúva do meu pai trabalhava no Charitas, o nome dela era Janete, e era filha de uma senhora chamada Dona Assunção. Eu passei anos sem saber o que fazer para achar meu irmão, agora conto com a Folha para realizar meu sonho.

Se você souber de alguma informação sobre o Gabriel, filho do senhor Aldair Amorim, entre em contato com a redação da Folha dos Lagos através do e-mail [email protected] ou envie-nos um WhatsApp 22 99971 7556.

*A única foto que Aldair tem do irmão: Gabriel quando tinha apenas dois anos.