Assine Já
quinta, 06 de agosto de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
14ºmin
Alerj
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 4727 Óbitos: 275
Confirmados Óbitos
Araruama 816 49
Armação dos Búzios 357 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1541 93
Iguaba Grande 334 23
São Pedro da Aldeia 740 39
Saquarema 819 50
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Homem é morto durante confronto com a polícia em Cabo Frio

Ele é apontado como chefe do tráfico em bairro

13 maio 2014 - 17h35
Homem é morto durante confronto com a polícia em Cabo Frio

Um homem foi morto durante um confronto com a polícia nesta terça-feira (13) em Cabo Frio. Ricardo dos Santos Lima teria trocado tiros com os policiais que participavam de uma operação na região do bairro Monte Alegre. Ele estava foragido do sistema prisional e era procurado por homicídio.

Veja também: MAIS DE 100 HOMENS PARTICIPAM DE OPERAÇÃO NO MONTE ALEGRE

Ricardo é apontado pela polícia como um dos chefes do tráfico na Praia do Siqueira, onde atua a mesma facção criminosa que controla a venda de drogas no Monte Alegre. Ele foi baleado com três tiros no abdomen e chegou a ser encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Parque Burle, mas não resistiu.

Um revólver e munições foram apreendidas junto ao corpo. Na 126ª DP a ocorrência foi registrada como "auto de resistência" na 126ª DP. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

Portas fechadas
Como reposta à morte de Ricardo, homens saíram pelas ruas da Praia do Siqueira e bairros vizinhos, na tarde desta terça, ordenando o fechamento do comércio. Lojas e supermercados abaixaram as portas. Um grupo também foi até a Avenida América Central (RJ-140) e fechou o trânsito colocando fogo em pneus (foto). A Polícia Militar foi até o local, retirou os pneus da pista e chamou o Corpo de Bombeiros, que apagaram rapidamente o foco.

Unidades escolares como a creche Vovó Cinha e o colégio Américo Vespúcio, ambos no Parque Burle, dispensaram os alunos. Segundo a Secretaria de Educação de Cabo Frio, por conta das operações da polícia, oito escolas ficaram fechadas no turno da manhã e 14 unidades ficaram sem aulas no período da tarde.