Assine Já
sexta, 03 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 325 Confirmados: 2950 Óbitos: 179
Suspeitos: 325 Confirmados: 2950 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 260 584 40
Armação dos Búzios X 250 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 922 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 32 443 16
Saquarema 9 471 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
15 pessoas

Homem agredido por pelo menos 15 pessoas em Búzios segue em estado grave

09 agosto 2016 - 20h14
Homem agredido por pelo menos 15 pessoas em Búzios segue em estado grave

É grave o estado de saúde do empresário Guilherme Crespo de Souza, 26, de Campos dos Goytacazes, agredido por pelo menos 15 pessoas em Búzios, no último fim de semana. Ele está internado no Hospital Estadual Roberto Chabo, em Araruama, com traumatismo craniano. 

A assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde não detalha os procedimentos a que Guilherme foi submetido desde o domingo: em nota, limita-se a informar que o paciente está em estado grave. Uma amiga da família, que também preferiu não dar detalhes, informou que Guilherme passou por uma cirurgia e que a irmã da esposa dele, que é médica, tenta a transferência do paciente para o Hospital São José do Avaí, em Itaperuna. 

Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Estado do Rio informou que instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias e autoria das agressões sofridas pelo empresário.

O delegado responsável pelo caso, Rômulo Prado de Mesquita, da 127ª DP, não se pronuncia sobre o ocorrido – procurado pela reportagem da Folha para saber se a polícia já recolheu imagens da área ou ouviu testemunhas, o delegado se recusou atender o telefone e mandou recado: “Não tenho nada a declarar”.  

A nota oficial da Polícia Civil diz que ele foi agredido por pessoas que o acusaram de roubo.  “Segundo informações da 127ª DP – Armação de Búzios, no último sábado, dia 6 de agosto, por volta das 23h30, um homem foi agredido por um grupo de pessoas que o acusava de roubo ao mercado em que se encontrava, na Rua Manoel Turíbio de Farias, Centro, Búzios. Após as agressões, o homem foi levado ao hospital onde encontra-se internado em estado grave. Procedimento foi instaurado para apurar as circunstâncias e autoria das agressões”, diz o texto.

Entenda o caso – Após comprar uma bebida em um mercado na Rua Manoel Turíbio de Farias, Guilherme teria voltado para o mercado para falar com um amigo e foi acusado de roubo. A confusão teria começado no mercado, e a agressão aconteceu na Praça Santos Dumont. Ele teria sido cercado e espancado por um grupo com pedaços de pau e ferro.