Assine Já
quarta, 25 de novembro de 2020
Região dos Lagos
26ºmax
17ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11693 Óbitos: 534
Confirmados Óbitos
Araruama 2347 117
Armação dos Búzios 1025 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1069 40
São Pedro da Aldeia 1801 75
Saquarema 1462 89
Últimas notícias sobre a COVID-19
Jean

"Hackearam o meu sistema", diz Jean da Autoescola

Empresário se defende das acusações de fraude na emissão de carteiras de motorista 

15 abril 2016 - 10h55Por Gabriel Tinoco
"Hackearam o meu sistema", diz Jean da Autoescola

Jean afirma ter ficado feliz com o apoio e carinho demonstrado por familiares e amigos em sua volta (Divulgação)

Após ser preso acusado por fraude, o empresário Jean Carlos Estevão, o Jean da Autoescola, explicou ao programa do Barreto Junior, na Rádio Cabo Frio AM, que pessoas burlaram o sistema para não fazer as 45 aulas determinadas pelo Detran.

– Na verdade, essa investigação já vem acontecendo desde 2013. O aluno não entrava para dentro da sala de aula. Ou seja, das 45 aulas obrigatórias, o aluno ficava isento ou fora de algumas. Não deixava de fazer a prova. Não faziam as aulas devidas, mas faziam a prova do Detran.

O empresário garante que não atrapalhou a ação da Justiça em nenhum momento.

– Tinha uma pessoa que fazia a manutenção do meu sistema e essa pessoa foi responsável pelo que aconteceu. Hackeou o meu sistema e aconteceu o que aconteceu (prisão). Eu me apresentei e fui lá à Justiça para resolver os fatos. Agora, a Justiça estava com o pedido de prisão preventiva, que é para ficar resguardado e não atrapalhar as investigações. Segui a lei. Era para ficar? Fiquei. Tanto que estou aqui dando entrevista, pois enxergaram que não estou atrapalhando a investigação. Quero que elas sigam corretamente – disse ele, que se apresentou no dia 22.

Jean foi afastado também do trabalho, mas garante que a autoescola funciona normalmente.

– Saí. Era diretor geral de ensino da autoescola e o que comandava a autoescola. Fui afastado pela justiça até que toda a investigação seja feita. Não posso nem estar na autoescola, que está sendo direcionada por outra gestora, mas está aberta e funcionando normalmente.

(*) Leia a matéria na íntegra na edição impressa da Folha dos Lagos desta sexta-feira.

Leia ainda:

Autoescola de Cabo Frio se defende