Assine Já
quinta, 25 de fevereiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
20ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 26207 Óbitos: 900
Confirmados Óbitos
Araruama 6686 181
Armação dos Búzios 3181 32
Arraial do Cabo 844 37
Cabo Frio 7163 342
Iguaba Grande 2472 54
São Pedro da Aldeia 3486 126
Saquarema 2375 128
Últimas notícias sobre a COVID-19
greve inss

Greve do INSS se espalha pela região

Categoria reivindica realização de concurso público e melhores condições

09 julho 2015 - 11h28

A greve do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) se espalhou pela Região dos Lagos. Funcionários das agências de Macaé, Arraial do Cabo e Saquarema aderiram ao movimento ontem. A reunião entre servidores de Cabo Frio e o sindicato deverá definir os rumos da paralisação na cidade na manhã de hoje.

As principais reivindicações da categoria são a realização de um concurso público, a incorporação de gratificações aos servidores, o reajuste de 27% e melhores condições de trabalho. A greve, no entanto, não deixará a agência de Cabo Frio sem funcionamento – quem não quiser aderir à paralisação poderá trabalhar normalmente.

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social do Rio (Sindsprev-RJ) projeta um movimento paredista para mobilizar pelo menos 70% dos servidores. De acordo com dados do Ministério da Previdência Social, das 1.605 agências do país, 196 estavam fechadas e 273 permaneciam com atendimento parcial.

Quem agendou em uma Agência da Previdência Social (APS), que está em greve, terá a data remarcada, de acordo com nota da Previdência. O reagendamento será feito na própria agência.

Para evitar prejuízos nos benefícios, o Instituto Nacional do Seguro Social considerará a data originalmente agendada como a de entrada no requerimento.

De acordo com a aposentada Lecy Macedo, 65, a paralisação é prejudicial à população.

– Concordo que todos devam lutar pelos seus direitos, mas, de fato, prejudica. A pessoa às vezes pode perder um dia para ir ao Centro e acaba se deparando com uma greve. Isso prejudica o atendimento, que já não tem muitos funcionários – concluiu.