Assine Já
segunda, 18 de outubro de 2021
Região dos Lagos
21ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
APROXIMAÇÃO

Governo do Estado e Aeroporto de Cabo Frio discutem parcerias para logística regional

Objetivo é alavancar o desenvolvimento da infraestrutura aeroportuária fluminense

06 julho 2021 - 10h15Por Redação

Representantes do Governo do Rio de Janeiro e do Aeroporto de Cabo Frio se reuniram na última semana para alinhar parcerias com o objetivo de alavancar o desenvolvimento da infraestrutura aeroportuária fluminense. A ideia é consolidar o estado como o principal hub logístico da Região Sudeste.  

– O Aeroporto de Cabo Frio enxergou oportunidades e entregou uma importante estrutura logística, eficiente, moderna e competitiva para o estado. Vamos utilizar essa facilidade que o Rio de Janeiro oferece, estrategicamente localizada fora da região metropolitana, e soma-la às já existentes, como o Galeão e o Santos Dumont - afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico Vinicius Farah. 

Aeroporto internacional operado pela iniciativa privada há mais de 20 anos, o Aeroporto de Cabo Frio tem a segunda maior pista do estado, com capacidade para receber aeronaves cargueiras. Há cerca de 11 anos, o aeroporto opera regularmente voo semanal de carga diretamente de Miami (EUA), alimentado por voos do México, Ásia e Europa, além de voos domésticos da América do Norte. 

– Entendemos nossa vocação regional e a possibilidade de ajudar o Estado a alavancar a logística da região. Acreditamos que podemos transformar o Rio de Janeiro, que tem uma localização extremamente estratégica, no hub logístico da região sudeste – afirmou Eduardo Valle, presidente do Conselho de Administração do Aeroporto de Cabo Frio. 

O aeroporto é um OEA (Operador Econômico Autorizado), certificação da Receita Federal garante maior agilidade nos processos de desembaraço aduaneiro, sendo o portal de acesso internacional para  cargas destinadas ao Porto do Açu. Além disso, é a principal entrada para o turismo e negócios da região Leste-Norte do Rio de Janeiro e estados vizinhos, e base de apoio offshore para as principais empresas nacionais e internacionais da indústria de óleo e gás. 

– Temos prospectado novos clientes e mercados para o Rio de Janeiro – assegura Rodrigo Abreu, diretor-geral do aeroporto, acrescentando que tem construído uma rede de parceiros que garante a qualidade das operações.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.