Assine Já
terça, 19 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
31ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21341 Óbitos: 711
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 1666 101
Últimas notícias sobre a COVID-19
governo

Governo convoca 230 concursados de 2009

Acordo também garante a chamada de mais 342 servidores em dezembro

26 julho 2017 - 09h19
Governo convoca 230 concursados de 2009

 Após um longo período de espera, 230 aprovados no con­curso de 2009 da Educação serão chamados para trabalhar no próximo dia 31. Os servido­res foram efetivados em posse na Escola Municipal Edílson Duarte, no Jardim Caiçara, na manhã de ontem. A medida é consequência de um acordo entre o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação com o Governo Municipal, que per­mite a convocação em etapas.

A Secretaria de Educação fará nova chamada em dezem­bro: 342 servidores serão efe­tivados. Em 2019, o governo convocará 339 concursados. No ano seguinte, 226 funcioná­rios poderão trabalhar.

Uma decisão judicial obrigou a Prefeitura a empregar tempo­rariamente parte dos concursados. Os contratos temporários serão renovados até dezembro deste ano com o processo sele­tivo para os cargos provisórios.

– O Sepe preferiu negociar. Se a gente batesse, a Prefeitura poderia entrar com um recurso em cima da nossa ação. Poderí­amos parar no Supremo (Tribu­nal Federal). O governo abriu todo mapeamento de efetivos e, nome por nome, vimos todas as necessidades reais da rede, coisa que a gente nunca teve acesso. Foi uma grande vitória, mas ninguém acreditava que os concursados fossem chamados – afirma a professora Denize Alvarenga.

De acordo com a diretora do Sepe, a efetivação dos concur­sados é mais um passo na luta contra os “contratos políticos”.

– É de suma importância essa vitória. Foram anos de luta, mas, finalmente, está sen­do concluída essa etapa. Esta­mos lutando para diminuir o número de contratos políticos e que a Constituição seja cumpri­da. Cargo público é através de concurso público – argumenta.

Pelo telefone, a secretária de Educação Laura Barreto come­morou o sucesso da convoca­ção.

– Muitos que já estavam con­tratados ficaram na mesma es­cola. Não terá modificação de escola nesse momento, o que é muito importante. Que eles se­jam bem vindos. Muitos estão esperando mais de oito anos essa chamada. E essas vagas existem. São vagas são neces­sárias – comentou Laura.

A recusa da gestão passada em chamar os concursados cau­sou grande atrito com o Sepe. Os profissionais da Educação cobraram a convocação e che­garam a entrar com uma ação em 2013 – mas o então prefeito Alair Corrêa (PP) recorreu.