Assine Já
sexta, 10 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 320 Confirmados: 3310 Óbitos: 194
Suspeitos: 320 Confirmados: 3310 Óbitos: 194
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 1 528 19
Saquarema 23 541 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
governo

Governo acaba com construções irregulares na Praia das Dunas

Locais tinham entulho, madeira e abrigavam animais em Cabo Frio

10 fevereiro 2017 - 12h16
Governo acaba com construções irregulares na Praia das Dunas

A operação para ordenar as praias de Cabo Frio removeu mais um acampamento irregular na cidade na manhã desta sexta-feira (9). Desta vez, os fiscais da Prefeitura atuaram na Praia das Dunas, onde encontraram moradias em área de proteção ambiental.

No local também havia entulho, utensílios, madeiras, lonas e até mesmo oito cachorros com um dos residentes. A ação foi realizada pela Coordenadoria de Fiscalização e Posturas e de Meio Ambiente.

De acordo com os fiscais, os barracos foram demolidos e os ‘moradores’ notificados e orientados a deixarem o local. A Superintendência de Defesa dos Animais acompanhou a ação e orientou o dono dos cachorros, que possuía barraca para venda de bebidas na praia, a levar os animais para casa.

As operações de combate às construções irregulares são realizadas desde o início do novo governo. As equipes já atuaram nos bairros Foguete, Montes Brancos e Colinas do Peró. Neste último, cerca de 40 lotes estavam invadidos e foram recuperados pela Prefeitura. No Distrito de Tamoios, os fiscais também recuperaram áreas públicas ocupadas irregularmente na Estrada do Gargoá e na Unidade de Proteção e Conservação do Parque Municipal do Mico Leão Dourado.

As ações de ordenamento acontecem em toda a cidade e quem tiver informações sobre obras irregulares e invasões de áreas públicas ou particulares deve denunciar na Coordenadoria de Assuntos Fundiários. Após a denúncia, uma equipe irá verificar a legalidade a área e, se for comprovada a invasão, a Coordenadoria tomará as medidas cabíveis.