Assine Já
domingo, 11 de abril de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
19ºmin
Alerj
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 32434 Óbitos: 1183
Confirmados Óbitos
Araruama 8059 252
Armação dos Búzios 4018 49
Arraial do Cabo 1143 56
Cabo Frio 8778 419
Iguaba Grande 3162 76
São Pedro da Aldeia 4462 178
Saquarema 2812 153
Últimas notícias sobre a COVID-19
GERAL

Gás de cozinha fica 5% mais caro a partir de hoje

Preço final ao consumidor dependerá de repasse pelas distribuidoras

27 dezembro 2019 - 17h28Por Agência Brasil
Gás de cozinha fica 5% mais caro a partir de hoje

A partir de hoje (27), o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, fica em média 5% mais caro para as distribuidoras. O reajuste foi confirmado pela Petrobras e se refere ao preço à vista e sem tributos. O preço final ao consumidor depende do repasse feito pelas distribuidoras.

Ontem, a estatal anunciou que renovou o contrato com 12 distribuidoras estaduais a partir de janeiro, “com base em uma nova fórmula de preço da molécula de gás indexada ao preço do petróleo”. São elas GásBrasiliano, São Paulo Sul, Comgás (parcialmente), BR Espírito Santo, Gasmig, CEG, CEG-RIO, Algás, Bahiagás, Sergás, Potigás e Pbgás.

Com isso, a Petrobras estima que o preço do produto possa ter uma redução média imediata de 10% em relação aos contratos anteriores, considerando o preço do petróleo na faixa de US$ 60/bbl.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.

Leia Também

Geral
Índice de confiança dos pequenos negócios atinge patamar da recessão de 2014, apontam Sebrae e FGV
Sondagem mensal realizada pelo Sebrae e pela FGV detecta que recrudescimento da pandemia e interrupção temporária do auxílio emergencial contribuíram para esse resultado
Carlos Minc sobre Dunas do Peró: "Não pode haver incompatibilidade entre turismo e preservação"
DIÁLOGO
Carlos Minc sobre Dunas do Peró: "Não pode haver incompatibilidade entre turismo e preservação"
Risco Covid: Baixada Litorânea sai da bandeira roxa (risco muito alto) para vermelha (risco alto)
Coronavírus
Risco Covid: Baixada Litorânea sai da bandeira roxa (risco muito alto) para vermelha (risco alto)
Pandemia: 80% dos profissionais da linha de frente tiveram problema de saúde mental no último ano
Coronavírus
Pandemia: 80% dos profissionais da linha de frente tiveram problema de saúde mental no último ano