Assine Já
quinta, 26 de novembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11737 Óbitos: 538
Confirmados Óbitos
Araruama 2347 117
Armação dos Búzios 1060 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1069 40
São Pedro da Aldeia 1801 76
Saquarema 1471 92
Últimas notícias sobre a COVID-19
coleta

Fundação de Meio Ambiente de Arraial recebe Postos de Entrega Voluntária de resíduos para Coleta Seletiva

Três primeiros dos seis PEVs começarão a ser preparados para o projeto piloto de coleta seletiva

17 agosto 2014 - 15h30

A um passo de iniciar seu projeto piloto de Coleta Seletiva, que será implantado na Vila industrial, em Arraial do Cabo, a Fundação de Meio Ambiente recebeu nesta semana os três primeiros dos seis Postos de Entrega Voluntária (PEVs) de resíduos recicláveis, que serão utilizados nesta primeira fase.

De acordo com o chefe do Departamento de Projetos da Fundação, Herick Simas, a coleta seletiva se tornará cada vez mais eficaz e ajudará na desativação definitiva do lixão da cidade.

- Aliada ao funcionamento pleno do Complexo de Reciclagem, cujas obras de reforma  estão em vias de serem concluídas, e ao trabalho dos catadores da  Cooperativa Costa do Sol, a iniciativa ajudará a cidade a se tornar muito mais limpa. Isso irá colaborar para a desativação definitiva do Lixão da cidade, já que, aos poucos, cada vez mais menos lixo lá será despejado – disse o chefe.

As estruturas, que têm capacidade para armazenamento de resíduos sólidos recicláveis e óleo, funcionam como grandes lixeiras ecológicas e pesam em média 150 quilos cada. Os equipamentos foram confeccionados com aparas de tubo de creme dental recicladas, plástico e alumínio, são impermeáveis e têm baixo índice  de propagação de fogo em  caso de incêndio, de acordo com relatório de ensaio do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), responsável pela realização de testes no produto.

Os PEVs começarão a ser adesivados com informações sobre a forma correta de sua utilização e orientações sobre a coleta seletiva dos resíduos que nele serão descartados pelos moradores da Vila Industrial e pelos alunos, professores e funcionários do Colégio Estadual 20 de Julho. A unidade escolar servirá como um ponto de apoio importante, já que sediará um dos PEVs e funcionará como elo multiplicador do projeto.

A coleta seletiva domiciliar porta a porta, que ocorrerá paralelamente à coleta regular, será realizada pelos catadores da Cooperativa da Costa do Sol, em dias e horários preestabelecidos, sendo monitorada pelos técnicos da fundação com o objetivo de identificar possíveis falhas no processo para a elaboração de ações corretivas.

Além disso, ainda técnicos da Fundação participarão de reunião com a síndica da Vila Industrial e com representantes dos moradores para ouvi-los a respeito do projeto, o que subsidiará a elaboração de um questionário a ser distribuído entre eles e que pautará as ações de educação ambiental a serem implantadas no bairro.