Assine Já
sábado, 26 de setembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
folha dos lagos

Folha é homenageada em forma de chorinho

A obra de Angelo Budega e Paulo Brandão será apresentada nesta quarta (25), no Tamoyo Esporte Clube

25 março 2015 - 13h47Por Rodrigo Branco
Duas estrofes, oito versos e uma melodia que gruda nos ouvidos. Mas nada a ver com os sucessos instantâneos que tocam nas rádios e logo caem no esquecimento. É na forma do ritmo imortal, uma das mais perfeitas traduções da música popular brasileira, que o maestro Ângelo Budega, em parceria com o poeta e compositor Paulo Brandão, compôs em menos de um dia o ‘Chorinho da Folha’, que será apresentado oficialmente ao público, hoje, às 21h, no Tamoyo Esporte Clube, durante o ‘Boteco & Chorinho’, um dos eventos comemorativos dos 25 anos do jornal.
Muito mais do que um mero tema musical da festa, a letra alude a uma história de intimidade da publicação com o leitor, cultivada desde 1990. E ressalta também a importância do jornal para a vida de Cabo Frio e de toda a região a partir de então. 
Para Budega, que fez questão de presentear os 25 anos do jornal com a composição, o veículo tem sido pioneiro em incentivar manifestações artísticas que promovem a cultura brasileira.
– A Folha está de parabéns por buscar reencontrar nossas raízes brasileiras que, de certa forma, estão sendo afetadas por essa fugacidade cultural dessas ideias de fora, europeias e norte-americanas – afirmou. 
Refletindo um movimento que acontece há muitos anos na capital – o crescente interesse dos jovens pela música popular –, é a cargo do jovem Vítor Paz, 28, que ficará o luxuoso auxílio nos vocais na festa no Tamoyo. 
– O choro é o reflexo da musicalidade do Brasil, e os jovens estão aderindo cada vez mais a ele – analisou.
 
Veja a letra
Vinte e cinco anos de notícias.  
A nossa Folha veio mesmo pra ficar (e o chorinho vem mostrar).
Com seu jornalismo de verdade.
Folha dos Lagos, orgulho da cidade.
Sempre tão fiel e altaneira.
Na Região dos Lagos é fundamental.
Nosso povo sempre informado.
Folha dos Lagos, és o meu jornal.