Assine Já
quinta, 09 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 270 654 41
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 2 517 19
Saquarema 7 528 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
folha dos lagos

Folha é homenageada em forma de chorinho

A obra de Angelo Budega e Paulo Brandão será apresentada nesta quarta (25), no Tamoyo Esporte Clube

25 março 2015 - 13h47Por Rodrigo Branco
Duas estrofes, oito versos e uma melodia que gruda nos ouvidos. Mas nada a ver com os sucessos instantâneos que tocam nas rádios e logo caem no esquecimento. É na forma do ritmo imortal, uma das mais perfeitas traduções da música popular brasileira, que o maestro Ângelo Budega, em parceria com o poeta e compositor Paulo Brandão, compôs em menos de um dia o ‘Chorinho da Folha’, que será apresentado oficialmente ao público, hoje, às 21h, no Tamoyo Esporte Clube, durante o ‘Boteco & Chorinho’, um dos eventos comemorativos dos 25 anos do jornal.
Muito mais do que um mero tema musical da festa, a letra alude a uma história de intimidade da publicação com o leitor, cultivada desde 1990. E ressalta também a importância do jornal para a vida de Cabo Frio e de toda a região a partir de então. 
Para Budega, que fez questão de presentear os 25 anos do jornal com a composição, o veículo tem sido pioneiro em incentivar manifestações artísticas que promovem a cultura brasileira.
– A Folha está de parabéns por buscar reencontrar nossas raízes brasileiras que, de certa forma, estão sendo afetadas por essa fugacidade cultural dessas ideias de fora, europeias e norte-americanas – afirmou. 
Refletindo um movimento que acontece há muitos anos na capital – o crescente interesse dos jovens pela música popular –, é a cargo do jovem Vítor Paz, 28, que ficará o luxuoso auxílio nos vocais na festa no Tamoyo. 
– O choro é o reflexo da musicalidade do Brasil, e os jovens estão aderindo cada vez mais a ele – analisou.
 
Veja a letra
Vinte e cinco anos de notícias.  
A nossa Folha veio mesmo pra ficar (e o chorinho vem mostrar).
Com seu jornalismo de verdade.
Folha dos Lagos, orgulho da cidade.
Sempre tão fiel e altaneira.
Na Região dos Lagos é fundamental.
Nosso povo sempre informado.
Folha dos Lagos, és o meu jornal.