Assine Já
quarta, 23 de setembro de 2020
Região dos Lagos
21ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7914 Óbitos: 414
Confirmados Óbitos
Araruama 1580 102
Armação dos Búzios 474 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cemitérios

Faltam vagas para sepultamento nos cemitérios de Cabo Frio

Espera para conseguir uma vaga pode durar até três dias

29 dezembro 2015 - 09h03Por Rodrigo Branco

Não bastasse o fato de se tra­tar de uma situação sempre di­fícil, desde ontem, enterrar um familiar ou amigo em Cabo Frio passou a ser ainda mais dramáti­co, em função da falta de vagas nos cemitérios da cidade. Tanto no Santa Izabel, no Portinho, como no Jardim dos Eucaliptos, no Jardim Esperança, faltam se­pulturas e gavetas e, dependen­do caso, a espera pode esperar até três dias.

É o caso do supervisor de fazenda Luís Carlos Pessanha Cordeiro, cuja sogra morreu na noite de anteontem. De posse da certidão de óbito, Luís Car­los foi avisado que conseguiria uma vaga apenas no próximo dia 31. Até lá, o corpo terá que ficar numa geladeira do Instituto Médico Legal. Ele promete to­mar providências.

– A gente está conversando para ver se consegue, mas me fa­laram que só teria vaga para 31 de dezembro. Como vou esperar mais três dias? Ninguém quer me falar nada, então vou levar para o Ministério Público e para a delegacia – ameaçou.

O secretário de Serviços Pú­blicos, Wilmar Monteiro, admi­tiu o problema e comentou que a prefeitura está antecipando em um mês o prazo para a exuma­ção dos corpos, a fim de libe­rar algumas vagas. Além disso, o prefeito Alair Corrêa já teria prometido a construção de 300 gavetas no Jardim, mas falta fa­zer a licitação.

– É público e notório que não há espaço físico. Se não fizermos uma obra grande, sempre haverá esse problema – afirmou.