Assine Já
sexta, 25 de setembro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
ex-secretário

Ex-secretário de Búzios é solto após 24 horas de sua prisão

Habeas Corpus expedido por desembargador do TJ revoga decisão de 1ª instância

11 abril 2015 - 15h04

Amparado por um habeas corpus expedido pelo desembargador Arthur Narciso, do Tribunal de Justiça (TJ), o ex-secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Búzios Ruy Ferreira Borba Filho, de 69 anos, foi solto da prisão nesta sexta-feira (10). No documento, o magistrado sustenta que não há provas suficientes para a prisão. O empresário havia sido preso na quinta-feira (9) durante a Operação Curriculum Vitae, do Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público (MP) estadual.

Segundo o MP, o empresário e mais cinco pessoas teriam usado técnicas de lavagem de dinheiro e sonegação fiscal, entre 2008 e 2013, que movimentaram R$ 16 milhões em verbas públicas. De acordo com a denúncia, Ruy Filho era o líder do grupo que promovia a lavagem de dinheiro. Para isso, eles realizavam transações comerciais e bancárias atípicas e incompatíveis com patrimônio e renda, dissimulação de negócios e transferências bancárias, além de sonegação fiscal.

Em nota emitida no dia da prisão, a defesa do jornalista Ruy Borba informou que as "acusações baseiam-se em ilações destituídas de qualquer verossimilhança, e que os fatos serão devidamente esclarecidos, sendo a prisão ilegal e sem fundamento jurídico".

Em entrevista ao jornal O Globo, o promotor Marcelo Arsênio, do Ministério Público, informou que vai recorrer da decisão.