Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7847 Óbitos: 412
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 473 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Carlindo

Ex-prefeito de São Pedro, Carlindo Filho está inelegível

Tribunal de Contas da União reprovou contas da sua gestão 

17 junho 2016 - 10h26Por Rodrigo Branco
Ex-prefeito de São Pedro, Carlindo Filho está inelegível

O nome do ex-prefeito de São Pedro da Aldeia, Carlindo Filho (1997-2000 e 2009-2012), está na lista de 6.700 gestores públicos que tiveram as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas da União e está inelegível. A informação consta em listagem apresentada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) esta semana.

O nome de Carlindo consta no processo 006.801/2014-5, referente à Tomada de Contas Especial e relatado pelo ministro Raimundo Carreiro Silva. De acordo com o TCU, ele aparece como responsável juntamente com o atual prefeito, Cláudio Chumbinho (PMDB), cujo nome, no entanto, não aparece na listgem divulgada pela Justiça Eleitoral. Como o processo transitou em julgado no último dia 26 de fevereiro, não há mais possibililidade de recurso. O Tribunal analisou um montante de recursos da ordem de R$ 226.287,94.

De acordo com o TSE, ex-gestores têm as contas reprovadas quando é constatada omissão no dever de prestar contas (caso do processo contra Carlindo e Chumbinho, de acordo com o processo), gestão ilegal, ilegítima ou antieconômica, infração à norma legal de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional ou patrimonial, dano ao erário, desfalque ou desvio de dinheiro público. A lista poderia ter sido enviada à Justiça Eleitoral até 5 de julho, mas a a relação foi passada pelo presidente do TCU, ministro Aroldo Cedraz ao presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, um mês antes.

Aliança – Carlindo faz parte do grupo que apoia a pré-candidatura de Elizângela Lobo (PP), mulher do também ex-prefeito Paulo Lobo, à prefeitura. A aliança também conta com o vice-prefeito Iédio Rosa, que também já governou a cidade. O engenheiro Rui Pinheiro também fazia parte do grupo, mas se afastou após divergências.