Assine Já
quarta, 23 de setembro de 2020
Região dos Lagos
21ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7914 Óbitos: 414
Confirmados Óbitos
Araruama 1580 102
Armação dos Búzios 474 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
roubos

Estudantes protestam contra onda de assaltos no IFF

Homens de motocicletas têm cometido roubos recentemente no Instituto Federal Fluminense

07 abril 2016 - 09h40
Estudantes protestam contra onda de assaltos no IFF

Com cartazes e gritando palavras de ordem, os estudantes protestaram (Foto: Rafaela Corrêa)

Um ato reuniu ontem dezenas de estudantes do Instituto Federal Fluminense (IFF) na RJ-104, a chamada Estrada de Búzios, para cobrar mais segurança em frente à unidade. Por volta das 16h, os alunos se reuniram na quadra munidos de cartazes e soltando gritos de ordem contra os recentes casos de violência no IFF. Também ocuparam a estrada, interditando-a parcialmente com queima de pneus.

A mãe de uma aluna do IFF, que preferiu não se identificar por medo de represálias, reclamou dos constantes assaltos de homens de motocicletas.

– Há muito assalto com caras de motos. Os alunos ficam com medo de ficar no ponto. Quando os ônibus chegam, eles atravessam a rua correndo e quase são atropelados. Minha filha nunca sofreu nenhum assalto, mas fico muito preocupada. Há policiamento somente pela manhã e a escola não pode fazer nada.

Os seguranças trabalham para o IFF. Os estudantes são reféns – comenta ela, assustada. Na semana passada, de uma só vez, vários estudantes foram assaltados no ponto de ônibus.

A Folha tentou entrar em contato com o comandante do 25º BPM, coronel Henrique de Oliveira, mas ele não atendeu as ligações.

A falta de iluminação pública é uma reclamação recorrente na unidade. A estrada escura favorece a ação de criminosos,embora eles atuem mais durante o dia. A demora para os ônibus passarem também foi alvo de protesto entre os estudantes. Mas a insegurança não é só ali, em frente à IFF. Em todo o percurso da estrada há reclamações de moradores contra a ação constante da bandidagem.