Assine Já
terça, 27 de julho de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 45921 Óbitos: 1853
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5456 57
Arraial do Cabo 1564 87
Cabo Frio 12520 751
Iguaba Grande 4746 114
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4166 218
Últimas notícias sobre a COVID-19
Novas medidas

Estado decreta calamidade e vai registrar óbitos de servidores por Covid-19 como "morte em serviço"

Medida válida para servidores civis e militares poderá resultar em pensão para as famílias

19 abril 2020 - 13h08Por Redação
O governo do Estado do Rio decretou estado de calamidade pública em virtude da pandemia do novo coronavírus. A medida é válida até o dia 1º de setembro e pode ser prorrogada.
 
O decreto do governador Wilson Witzel prevê, ainda, que óbitos registrados em servidores estaduais, civis ou militares, em decorrência de Covid-19 contraída no trabalho, serão considerados como acidente de trabalho. A medida deve possibilitar o pagamento de pensão aos familiares.
 
- Na ocorrência de falecimento de servidor público civil ou militar, em virtude da Covid-19, devidamente comprovada, contraída no pleno exercício de suas funções em órgão ou entidade pública dos estabelecimentos de saúde, nas funções da área de segurança pública e em atividades de assistência social, será considerado como acidente em serviço para fins de pagamento de pensão por morte aos seus dependentes - diz o texto.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.