Assine Já
sexta, 25 de setembro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8032 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1614 102
Armação dos Búzios 477 10
Arraial do Cabo 241 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1309 51
Saquarema 1165 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Hospital Regional

Estado afirma que repasses para Hospital Regional de Araruama estão em dia

Salários atrasados e falta de materiais têm prejudicado atendimento

14 junho 2016 - 07h07Por Rodrigo Branco
Estado afirma que repasses para Hospital Regional de Araruama estão em dia

A crise que assola a Saúde no estado, fechando uma UPA em Cabo Frio e restringindo o atendimento de outra, em São Pedro, também atinge em cheio o Hospital Estadual Roberto Chabo, o Regional de Araruama, considerada unidade de atendimento de referência para casos de média e alta complexidade.
Assim como aconteceu com as UPAs, o governo estadual atrasou repasse da cota mensal de R$ 6 milhões para a gestão da unidade, feita atualmente pela organização social Sócrates Guanaes. Como consequência, os médicos e funcionários estão com salários atrasados. Por sua vez, a secretaria estadual de Saúde informou que já fez o pagamento à Organização Social e que espera regularizar a situação nos próximos dias.

Enquanto isso não ocorre, segundo funcionários, o atendimento ambulatorial e de emergência também estão prejudicados pela falta de materiais básicos. Nos municípios vizinhos, a preocupação é que a crise no hospital, que tem 650 funcionários e cem leitos, sobrecarregue ainda mais a rede.

– Na verdade, o impacto será sentido em toda região, pois o Hospital Regional é referência estadual para os municípios da Baixada Litorânea. O município cabista será prejudicado principalmente em cirurgias ortopédicas, cirurgias gerais, hemodiálise, CTI e outros procedimentos de alta complexidade, já que nosso hospital só atende casos de baixa e média complexidade – comentou o secretário municipal de Saúde de Arraial, Gilberto Freitas da Costa.

Município que normalmente absorve a demanda das cidades próximas e que fica a menos de uma hora de Araruama, Cabo Frio também corre o risco de ter aprofundados os próprios problemas, uma vez que além da UPA, o Hospital do Jardim Esperança segue fechado, primeiro para reformas e depois por causa da greve dos servidores. Atualmente, para emergências, a rede municipal conta apenas com o HCE de São Cristóvão.

Em nota, além da confirmação de pagamento ao Instituto Sócrates Guanaes, a secretaria de Saúde informa que vem administrando uma situação financeira “caótica” tendo realizado até agora os seus pagamentos “com somente 30% do orçamento total”. Ainda de acordo com a secretaria, por conta de procedimentos bancários, os recursos devem estar disponíveis nos próximos dias. Na nota, a secretaria também pede desculpas aos funcionários do Hospital Regional e ressalta que tem solicitado às OSs que priorizem o pagamento dos salários dos colaboradores. Por fim, a pasta acrescenta que não há desassistência aos pacientes. Até o fechamento da edição, a organização social não tinha respondido à reportagem.