Assine Já
terça, 03 de agosto de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46523 Óbitos: 1889
Confirmados Óbitos
Araruama 11454 362
Armação dos Búzios 5517 58
Arraial do Cabo 1588 87
Cabo Frio 12706 765
Iguaba Grande 4804 116
São Pedro da Aldeia 6205 275
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
COMÉRCIO FECHADO

"Essa decisão vai fazer uma diferença imensa entre a vida e a morte", diz Adriano

Em pronunciamento, prefeito de Cabo Frio afirma que momento é de priorizar a saúde em relação à economia da cidade

27 março 2020 - 19h55Por Rodrigo Branco

O prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno (DEM) fez um pronunciamento pelo Facebook, na noite desta sexta-feira (27), para falar sobre a decisão de manter o comércio da cidade fechado, apesar da pressão de empresários para reabri-lo, ainda que em horário reduzido.

Na fala de 3 minutos e 34 segundos, o prefeito justificou a medida como uma questão de saúde pública, por causa da epidemia de coronavírus, e disse que essa foi ' a decisão mais difícil' que tomou em seu um ano e oito meses de mandato. Adriano disse que sabe das consequências econômicas da decisão de manter o comércio fechado, mas que optou 'pela vida e pela saúde' da população.

Ele pediu a compreensão das pessoas que não concordam com a manutenção dos estabelecimentos fechados. 

– Sei que muitas pessoas não vão concordar com a minha decisão, mas eu como gestor desse município sou obrigado a tomar decisões que vão agradar e desagradar algumas pessoas. Não estou preocupado mais em agradar ou deixar de agradar, estou preocupado em salvar a vida das pessoas – disse o prefeito.

No discurso, o prefeito atribuiu às medidas restritivas tomadas até o momento o fato de Cabo Frio não ter registrado um caso confirmado do Covid-19. Os decretos, segundo ele, também ajudam a preservar a rede de Saúde que acredita que será procurada por moradores de outros municípios quando a epidemia se espalhar.

A decisão de manter o comércio da cidade fechada até o fim do decreto publicado na semana passad foi tomada após um dia inteiro de reuniões com integrantes do Gabinete de Crise da Prefeitura. Em entrevista á Folha, mais cedo, o secretário de Saúde, Iranildo Campos, já havia se manifestado contra a reabertura das lojas neste momento.

Confira abaixo o discurso de Adriano na íntegra e o vídeo do pronunciamento:

"Meu amigo cabofriense, a vida é feita de decisões. Há um ano oito meses, desde que assumi a Prefeitura Municipal de Cabo Frio, tenho que tomar decisões que impactam a vida das pessoas. É uma decisão muito difícil, pois impacta diretamente na economia da nossa população. Mas eu não posso como cidadão, como pai, como filho, desprezar a vida humana, ainda mais sendo médico. Deixo esse recado para você porque nesse um ano e oito meses, essa é a decisão mais difícil que tenho que tomar. Mantenho o decreto que assinei onde todo comércio permanece fechado, exceto os serviços essenciais. Quando a balança pesa entre a saúde e a vida das pessoas e a economia da cidade, eu vou optar pela saúde e a vida das pessoas. Esse é o recado que eu quero deixar para todos os cabo-frienses. E peço, humildemente, que compreendam a minha decisão porque ela é muito importante para que a gente possa passar por esse momento tão trágico da epidemia do coronavírus. Sei que muitas pessoas não vão concordar com a minha decisão, mas eu como gestor desse município sou obrigado a tomar decisões que vão agradar e desagradar algumas pessoas. Não estou preocupado mais em agradar ou deixar de agradar, estou preocupado em salvar a vida das pessoas.  Nós saímos na frente no combate ao coronavírus. Nós estamos lutando desde o dia 13, por isso, Cabo Frio não tem nenhum caso registrado. Eu não posso correr esse risco agora. Todos sabem que nossa rede hospitalar é a maior da região, pois temos a rede pública e a rede privada, particular, o que os nossos vizinhos, infelizmente, não têm. Na hora que a epidemia se espalhar, Cabo Frio fatalmente vai receber pessoas de toda a região e nós temos que estar de braços abertos para acolher e cuidar do nosso semelhante. Fica o apelo do pai, do filho Adriano, filho da dona Marília e do seu Francisco. Pessoas simples que lutaram para formar um filho médico e que nunca imaginaram ter um filho prefeito. E por isso sofrem muito, hoje, por essa escolha que eu  tomei, de estar prefeito de Cabo Frio. Assim como eu estou sofrendo por tomar uma decisão que mexe com a economia da nossa cidade, mas que vai fazer uma diferença imensa na vida e na morte das pessoas. No mais, fiquem com Deus e, acreditem, nós vamos vencer essa luta juntos. Não tenham dúvida. Deus está com a gente. Muito obrigado e vamos à luta."

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.