Assine Já
sexta, 29 de maio de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 1012 Confirmados: 1003 Óbitos: 89
Suspeitos: 1012 Confirmados: 1003 Óbitos: 89
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 48 268 26
Armação dos Búzios 415 65 1
Arraial do Cabo 6 35 5
Cabo Frio 497 279 21
Iguaba Grande 17 83 12
São Pedro da Aldeia 16 103 8
Saquarema 13 170 16
Últimas notícias sobre a COVID-19
COMÉRCIO FECHADO

"Essa decisão vai fazer uma diferença imensa entre a vida e a morte", diz Adriano

Em pronunciamento, prefeito de Cabo Frio afirma que momento é de priorizar a saúde em relação à economia da cidade

27 março 2020 - 19h55Por Rodrigo Branco

O prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno (DEM) fez um pronunciamento pelo Facebook, na noite desta sexta-feira (27), para falar sobre a decisão de manter o comércio da cidade fechado, apesar da pressão de empresários para reabri-lo, ainda que em horário reduzido.

Na fala de 3 minutos e 34 segundos, o prefeito justificou a medida como uma questão de saúde pública, por causa da epidemia de coronavírus, e disse que essa foi ' a decisão mais difícil' que tomou em seu um ano e oito meses de mandato. Adriano disse que sabe das consequências econômicas da decisão de manter o comércio fechado, mas que optou 'pela vida e pela saúde' da população.

Ele pediu a compreensão das pessoas que não concordam com a manutenção dos estabelecimentos fechados. 

– Sei que muitas pessoas não vão concordar com a minha decisão, mas eu como gestor desse município sou obrigado a tomar decisões que vão agradar e desagradar algumas pessoas. Não estou preocupado mais em agradar ou deixar de agradar, estou preocupado em salvar a vida das pessoas – disse o prefeito.

No discurso, o prefeito atribuiu às medidas restritivas tomadas até o momento o fato de Cabo Frio não ter registrado um caso confirmado do Covid-19. Os decretos, segundo ele, também ajudam a preservar a rede de Saúde que acredita que será procurada por moradores de outros municípios quando a epidemia se espalhar.

A decisão de manter o comércio da cidade fechada até o fim do decreto publicado na semana passad foi tomada após um dia inteiro de reuniões com integrantes do Gabinete de Crise da Prefeitura. Em entrevista á Folha, mais cedo, o secretário de Saúde, Iranildo Campos, já havia se manifestado contra a reabertura das lojas neste momento.

Confira abaixo o discurso de Adriano na íntegra e o vídeo do pronunciamento:

"Meu amigo cabofriense, a vida é feita de decisões. Há um ano oito meses, desde que assumi a Prefeitura Municipal de Cabo Frio, tenho que tomar decisões que impactam a vida das pessoas. É uma decisão muito difícil, pois impacta diretamente na economia da nossa população. Mas eu não posso como cidadão, como pai, como filho, desprezar a vida humana, ainda mais sendo médico. Deixo esse recado para você porque nesse um ano e oito meses, essa é a decisão mais difícil que tenho que tomar. Mantenho o decreto que assinei onde todo comércio permanece fechado, exceto os serviços essenciais. Quando a balança pesa entre a saúde e a vida das pessoas e a economia da cidade, eu vou optar pela saúde e a vida das pessoas. Esse é o recado que eu quero deixar para todos os cabo-frienses. E peço, humildemente, que compreendam a minha decisão porque ela é muito importante para que a gente possa passar por esse momento tão trágico da epidemia do coronavírus. Sei que muitas pessoas não vão concordar com a minha decisão, mas eu como gestor desse município sou obrigado a tomar decisões que vão agradar e desagradar algumas pessoas. Não estou preocupado mais em agradar ou deixar de agradar, estou preocupado em salvar a vida das pessoas.  Nós saímos na frente no combate ao coronavírus. Nós estamos lutando desde o dia 13, por isso, Cabo Frio não tem nenhum caso registrado. Eu não posso correr esse risco agora. Todos sabem que nossa rede hospitalar é a maior da região, pois temos a rede pública e a rede privada, particular, o que os nossos vizinhos, infelizmente, não têm. Na hora que a epidemia se espalhar, Cabo Frio fatalmente vai receber pessoas de toda a região e nós temos que estar de braços abertos para acolher e cuidar do nosso semelhante. Fica o apelo do pai, do filho Adriano, filho da dona Marília e do seu Francisco. Pessoas simples que lutaram para formar um filho médico e que nunca imaginaram ter um filho prefeito. E por isso sofrem muito, hoje, por essa escolha que eu  tomei, de estar prefeito de Cabo Frio. Assim como eu estou sofrendo por tomar uma decisão que mexe com a economia da nossa cidade, mas que vai fazer uma diferença imensa na vida e na morte das pessoas. No mais, fiquem com Deus e, acreditem, nós vamos vencer essa luta juntos. Não tenham dúvida. Deus está com a gente. Muito obrigado e vamos à luta."

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa. Ligue já ou envie mensagem pelo WhatsApp: (22) 99933-2196.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.