Assine Já
terça, 26 de outubro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52431 Óbitos: 2149
Confirmados Óbitos
Araruama 12371 441
Armação dos Búzios 6530 72
Arraial do Cabo 1736 92
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6985 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Escola de Cabo Frio fica sem aulas após queda de parte do teto

Defesa Civil vai avaliar prédio para que seja definida data de volta às atividades

23 outubro 2019 - 20h16
Escola de Cabo Frio fica sem aulas após queda de parte do teto

A comunidade escolar da Escola Marília Plaisant foi pega de surpresa na manhã de ontem com a suspensão das aulas na unidade em função da queda de parte do teto. Não havia ninguém no local na hora do desabamento. Segundo testemunhas, o incidente aconteceu pouco antes da chegada de alunos e funcionários da escola. 

Em nota, a Prefeitura de Cabo Frio confirmou o incidente e disse que a Defesa Civil Municipal, junto a Superintendência de Infraestrutura da Secretaria de Educação, está no local avaliando as possíveis causas do incidente e quais os prejuízos. Por conta do ocorrido, as aulas da unidade foram suspensas ontem. A retomada das atividades ou possíveis transferências de alunos serão decididas após avaliação dos técnicos. Contudo, nada foi informado em relação ao reparo dos danos. 

A queda do teto escancara um problema que é frequentemente levantado por alunos, pais e representantes de sindicato de servidores, que são as condições estruturais precárias encontradas em várias unidades da rede municipal. 

Uma lei municipal publicada na semana passada obriga que sejam feitas inspeções periódicas em todos os prédios escolares e centros municipais de educação infantil da rede municipal de ensino de Cabo Frio, pra que sejam informadas as condições estruturais e de conservação dos imóveis. O texto, de autoria do vereador Aquiles Barreto, do Solidariedade, também exige da prefeitura um cronograma de reformas e publicidade dos relatórios de vistoria no site do governo municipal. 

Impasse continua – Não houve avanço nas negociações entre o governo municipal e os servidores da Educação de Cabo Frio. Em audiência de conciliação realizada anteontem no Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), entre o Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos) e o governo, não houve nenhum acordo entre as partes, mas foi decidido que deverá ocorrer uma reunião com a Secretaria de Educação para tratar do calendário de pagamento e da forma com que a reposição dos dias de greve será feita para que, num prazo de aproximadamente 30 dias, nova audiência possa ser realizada no TJ com o objetivo de avançar nesses dois pontos de pauta.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.