Assine Já
sexta, 14 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
http://www.alerj.rj.gov.br/
TEMPO REAL Confirmados: 38176 Óbitos: 1459
Confirmados Óbitos
Araruama 9632 300
Armação dos Búzios 4701 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10146 538
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5306 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
Saquarema

​Equipe técnica de centro de reabilitação participa de debate em Saquarema

O objetivo do evento, que é anual, é promover uma discussão dos processos de implantação da RCPcD

16 agosto 2019 - 15h38Por Redação I Foto: divulgação
​Equipe técnica de centro de reabilitação participa de debate em Saquarema

As representantes do Centro Municipal de Reabilitação Professora Dilma Coutinho da Silva participaram nessa quinta-feira, do “V Colóquio dos Centros Especializados em Reabilitação”, em Niterói.  No evento, puderam participar de um debate a respeito do fluxo da RCPcD (Rede de Cuidados com a Pessoa com Deficiência), com os componentes da rede.

O objetivo do evento, que é anual, é promover uma discussão dos processos de implantação da RCPcD. Neste ano, teve como uma das principais perguntas “Quem é o paciente da Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência?”. Para a maior articulação do Segmento da Rede e dos Centros Especializados, o evento teve o foco voltado à atenção básica, os Programas Médicos de Família (PMF) e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

Outros temas como “Fluxos e direcionamento da Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência”, “Parâmetro Assistenciais e tempo médio de permanência no tratamento” e “O Projeto Terapêutico Singular e a Intersetorialidade” também foram abordados amplamente ao longo do dia.

O Centro Municipal de Reabilitação Professora Dilma Coutinho da Silva é composto por uma equipe profissional multidisciplinar composta por médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, dentre outros. Realiza os atendimentos em espaços com estrutura adaptada e acessível, ambientes seguros, aconchegantes, práticos e funcionais, com equipamentos novos e modernos, garantindo eficiência e qualidade no tratamento e desenvolvimento dos usuários.

A unidade foi criada para auxiliar no cuidado e na habilitação/reabilitação. Para isso, são preparados, considerando as principais necessidades e especificidades de cada usuário, um conjunto de medidas, ações e serviços para desenvolver ou ampliar a capacidade funcional e desempenho de todos, com o objetivo de desenvolver potencialidades, habilidades e aptidões, que contribuam para a conquista da autonomia e participação social em igualdade de condições e oportunidades.