Assine Já
quarta, 28 de julho de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46056 Óbitos: 1864
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5456 57
Arraial do Cabo 1564 87
Cabo Frio 12562 754
Iguaba Grande 4756 114
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
São Pedro da Aldeia

Encontro na secretaria de Agricultura discute cadeia produtiva da aroeira e parceria com empresa

Na ocasião, foi apresentado o sistema de trabalho e todas as ações do município​

06 agosto 2019 - 15h13Por Redação I Foto: divulgação
Encontro na secretaria de Agricultura discute cadeia produtiva da aroeira e parceria com empresa

O secretário de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, se reuniu com representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e da empresa paulista Concepta Ingredients, que demonstrou interesse na cadeia produtiva da aroeira aldeense e na compra do produto. Na ocasião, foi apresentado o sistema de trabalho e todas as ações do município, do Ministério e do GT-Aroeira junto aos agricultores em prol da regulamentação e regularização da atividade de manejo e coleta da pimenta rosa, como é popularmente conhecida.

Para o secretário Dimas Tadeu, esse é um reconhecimento do trabalho realizado pelo GT-Aroeira. “Nós estamos trabalhando na construção de um produto de qualidade. Essa é mais uma empresa que se propõe a fazer uma parceria também no sentido de estar junto com aquisição de produto. Para nós, isso é um ganho, sinal que o projeto está dando certo. Com as parcerias corretas estamos caminhando, cada vez mais, para um projeto mais sólido e sustentável para São Pedro da Aldeia”, afirmou.

A reunião foi realizada na sede da Secretaria Municipal e discutiu o processo de trabalho, desde o plantio e a forma de colheita até a capacitação dos produtores. Também foi tema do encontro o primeiro Centro de Beneficiamento Primário da Aroeira do estado e o extrativismo legalizado na área de reserva do Assentamento Ademar Moreira, no bairro São Mateus, entre outros.

A auditora fiscal federal agropecuária do MAPA, Ludmila Gaspar, falou sobre o momento. “Desde 2015 nós incentivamos a estruturação da cadeia produtiva e, hoje, a gente está tendo a oportunidade de mais uma empresa, diante de todo esse projeto, olhar para São Pedro da Aldeia, olhar para nosso estado, e ver a nossa produção agropecuária e nos dar a oportunidade de colocar a nossa aroeira para o mundo. Essa é mais uma oportunidade para os produtores”, destacou Ludmila, que participou do encontro acompanhada do administrativo e técnico de Agronegócio do MAPA, Rodolfo Moraes.

Segundo a especialista em sustentabilidade na Concepta Ingredients, uma empresa de São Paulo, Thaís Hiramoto, o objetivo do encontro foi conhecer a cadeia da aroeira. “Esse é um produto bem interessante para a gente, tendo parceiros e instituições próximos a esses produtores, vejo que tem um potencial muito grande de dar certo. A gente vê bastante potencial para a indústria de alimentos”, disse a profissional, que também teve a oportunidade de conhecer de perto os frutos e as plantas.

Em maio de 2019, foi feito o anúncio da primeira grande venda da aroeira produzida pelos agricultores familiares do Assentamento Ademar Moreira a uma empresa de cosméticos orgânicos de Curitiba-PR, marcando a entrada do produto no mercado nacional. Em São Pedro da Aldeia, o projeto pioneiro em prol do desenvolvimento da cadeia produtiva da pimenta rosa envolve a participação de representantes de 17 instituições de diversos setores, governamentais e não governamentais, pesquisadores, especialistas, técnicos e botânicos.