Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7654 Óbitos: 398
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2467 130
Iguaba Grande 627 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 61
Últimas notícias sobre a COVID-19
banco

Empresários financiam revitalização da Orla Bardot, em Búzios

Setor privado colocou bancos e lixeiras para melhorar o turismo no Balneário

17 fevereiro 2016 - 15h40

Orla Bardot ganha bancos e  lixeiras através de projeto  de revitalização financiado por empresários do comércio de Búzios  Por Gustavo Henrique Medeiros   A Orla Bardot, inaugurada em 1999 em homenagem a atriz francesa Brigitte Bardot que tornou a então vila de pescadores de Armação dos Búzios conhecida no mundo inteiro, está mais bonita e melhor equipada para receber milhões de turistas de toda a parte do planeta no período da Melhor Temporada, que vai até o dia 20 de dezembro desse ano.  O projeto Orla Viva, idealizado por um grupo de empresários estabelecidos na Orla Bardot, tem como linha de orientação de desenvolvimento “O diálogo como processo”:

- Esse processo, para ser eficiente,  precisa identificar os problemas, colher ideias e sugestões para, então, desenvolver técnicas de facilitação de diálogos entre todos os atores direta e indiretamente envolvidos com a Orla Bardot – explicou Gabriel Gialluisi  , presidente do Movimento Viva Búzios, ONG que está realizando o projeto.

Os 1.300 metros de extensão aproximadamente da Orla Bardot, vem sendo revitalizados com a recuperação do mobiliário, dos decks e  ganharam 20 lixeiras e seis bancos de madeiras. Estão ainda previstos nessa importante via turística – investimentos no paisagismo, iluminação e campanhas educativas sobre lixo, comportamento e cultura.   ENTREVISTAS O projeto se encontra em sua fase final com a entrevista de 120 turistas na Orla, 120 moradores do entorno e 120 empresários que possuem estabelecimentos comerciais no local:

- Essas entrevistas proporcionarão, após apuradas, a “matéria prima” do Movimento Orla Viva pois ajudarão identificar ações que contribuirão para melhorias a curto, médio e longo prazos para a Orla Bardot – explicou Gabriel.

Segundo Gialluisi, são  cinco entrevistadores atuando em 04 turnos: 07 às 11 h, 11 às 15 h, 18 às 22 h e 22 às 02 h, entrevistando na Orla Bardot e no em torno turistas e moradores. Os entrevistadores do projeto foram treinados no Rio de Janeiro no Instituto Mediare, contratado para a tarefa de facilitação de diálogos e eventual mediação de conflitos. As entrevistas serão concluídas em meados de março. Esse projeto tem o apoio institucional do Governo de Armação dos Búzios e está sendo financiado com recursos oriundos dos empresários estabelecidos na Orla Bardot.  O projeto iniciado em novembro de 2015, consumiu nos três primeiros meses de atuação,  R$ 31.000,00. “Através do facebook do Viva Búzios, mantemos regular informação sobre o andamento do projeto e a destinação dos recursos recebidos, objetivando total transparência para nossos doadores, hoje em número de 15 e para incentivar novas adesões”, finalizou Gabriel.