Assine Já
segunda, 20 de setembro de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 50892 Óbitos: 2066
Confirmados Óbitos
Araruama 12158 430
Armação dos Búzios 6211 64
Arraial do Cabo 1680 90
Cabo Frio 14098 828
Iguaba Grande 5364 134
São Pedro da Aldeia 6850 285
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Turismo

Embratur eleva classificação de Cabo Frio

Cidade passa para categoria ‘A’ ao lado de Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Paraty e Búzios

19 setembro 2015 - 14h49Por Nicia Carvalho

Em meio à maré de crise financeira e alta do dólar, entre outros apertos provocados pelo atual momento de instabilidade nacional, quem se beneficia é o turismo nacional. Um exemplo é a elevação na classificação de destino turístico de Cabo Frio, promovida pela Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), que passou a cidade de ‘B’ para ‘A’. No estado, apenas Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Paraty e Búzios tem status ‘A’.

– É uma coisa extraordinária para a cidade ainda mais em épocas de notícias ruins. Se pararmos para pensar, a capital nem contaria porque é a porta de entrada do país. Então temos no Estado apenas quatro cidades com esta classificação e uma delas é a nossa. Além de ser bom para nós, é também para toda a Costa do Sol, que colhe os frutos – comemorou Dirlei Pereira, secretário de Turismo.

Uma das razões para a reclassificação, realizada de tempos em tempos sem período preestabelecido pela Embratur, pode ser o fortalecimento do turismo interno, em especial no interior do estado, avalia Dirlei. Para ele, apesar de não ter sido informado pela Embratur que critérios foram levados em conta para a alteração da nota, a mudança pode gerar impacto positivo já para o próximo verão. A expectativa é de que a nova classificação ajude os agentes de viagens a “vender” a cidade para os turistas por ser um “avanço extraordinário”.

– Penso que pode ter colaborado a inserção que estamos fazendo de colocar a cidade, que é a sétima mais antiga do Brasil e isso nunca havia sido ressaltado, no circuito do turismo histórico-cultural. Sempre fomos referência mais pelas belezas naturais – ponderou.

Club Med – Dirlei afirmou ainda que apesar de as obras do resort não terem iniciado, ele tem data para inauguração: julho de 2017. Isto porque os recursos de 7,5 milhões de dólares do Prodetur, liberados por meio de empréstimo ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tem prazo para serem usados, senão voltam para os cofres da instituição financeira. A informação foi dada pelo secretário estadual de Turismo, Nilo Sérgio Félix.