Assine Já
quarta, 01 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53693 Óbitos: 2188
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6584 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15591 902
Iguaba Grande 5572 147
São Pedro da Aldeia 7051 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
“QUESTÃO DE ECONOMIA”

Em meio à crise do coronavírus, Adriano exonera diretoria do Ibascaf

Novo presidente será ex-diretor financeiro Antônio Damique, que participou de auditoria na Educação

01 abril 2020 - 19h57Por Rodrigo Branco

Em plena crise por causa do combate ao novo coronavírus, o prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno (DEM) surpreendeu e exonerou nesta quarta-feira (1º) três diretores do Instituto de Benefícios e Assistência aos Servidores Municipais de Cabo Frio (Ibascaf). Saem da direção da autarquia o presidente José Renato Almeida, o vice-presidente Jorge Barbosa e o chefe de gabinete Flávio Cardozo.

No lugar de José Renato, assume a presidência do instituto responsável pela Previdência dos servidores municipais o ex-diretor financeiro Antônio Damique Teixeira. Recentemente, Damique participou da auditoria nas contas da secretaria de Educação, após denúncias de desvios feitas pelo ex-secretário Cláudio Leitão.

Falando à Folha, José Renato disse que recebeu a notícia das exonerações junto com Flávio e Jorge, do ex-secretário de Fazenda e vice-presidente do Conselho de Administração do Ibascaf, Antônio Carlos Nascimento Vieira, o ‘Cati’. Segundo o agora ex-presidente, a justificativa dada foi ‘questão de economia’. José Renato contestou o argumento do governo e se disse satisfeito com o trabalho feito à frente da autarquia.

–  Não consegui entender a economia, pois a taxa de administração que o Ibascaf recebe para seu custeio (pagamento de funcionários, contas das concessionárias e materiais) é fixa. É uma taxa mensal no valor equivalente a 2% do montante das folhas de efetivos do município. Portanto, tenha cinco ou dez funcionários e comissionados, o valor que deve ser enviado, estipulado em lei, não muda. De qualquer forma, saímos com a certeza de que fizemos o nosso melhor e realizamos avanços significativos na gestão Ibascaf e PasMed (Programa de Assistência Médico-Hospitalar e Odontológica dos Servidores Municipaisvoltados para o melhor atendimento dos servidores. Agora, como servidor efetivo municipal retorno ao meu antigo posto de trabalho – comentou ele, que é servidor de carreira, assim como Damique.

José Renato de Almeida assumiu o cargo em julho de 2018, depois de ser eleito diretamente pelos sindicatos de servidores. Foi a primeira vez que um presidente do Ibascaf foi escolhido desta forma, em quase 40 anos de fundação da autarquia. A substituição causou polêmica e desagradou os servidores. Nas redes sociais, chegou a circular um documento assinado por Adriano na campanha da eleição suplementar de 2018, no qual se comprometia a respeitar mandato de dois anos para o presidente que fosse escolhido diretamente.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura e aguarda um posicionamento oficial sobre a mudança na cúpula do Ibascaf.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.