Assine Já
sábado, 04 de julho de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
16ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 325 Confirmados: 2996 Óbitos: 179
Suspeitos: 325 Confirmados: 2996 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 260 584 40
Armação dos Búzios X 250 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 943 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 455 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
inss

Em greve, agência do INSS funciona parcialmente

Segundo funcionária, a greve ainda não tem data para acabar

15 julho 2015 - 09h26Por Filipe Carbone

Apesar de a unidade de Cabo Frio do INSS ter aderido à greve nacional do órgão, o serviço à população continua sendo prestado parcialmente na cidade. No entanto, funcionários alertam que é preciso paciência, porque agora o atendimento é realizado por um número menor de pessoas.
– Estamos trabalhando parcialmente. As pessoas que chegarem aqui precisam entender que estamos com funcionários reduzidos e que o serviço agendado é preferencial, portanto, quem vier sem o agendamento vai precisar esperar um pouco. Mesmo assim, tentamos atender a todos – disse uma funcionária que não quis se identificar.
A greve teve início na última quarta e ainda não tem previsão para acabar. Os funcionários esperam o posicionamento do Governo Federal referente às reivindicações da classe.
– Esperamos que os pedidos de reajuste salarial (de 27,5%), melhoria nas condições de trabalho e no atendimento à população sejam atendidos – disse ela.
Outros municípios da Região dos Lagos aderiram à greve – além de Cabo Frio, Arraial do Cabo e Saquarema também estão em greve e sem previsão de volta. A greve teve início no Rio de Janeiro após a Assembleia dos Setores Federais da Seguridade e do Seguro Social, realizada na noite do dia 6, no SindispreveRJ.
O objetivo é mobilizar pelo menos 70% dos servidores. De acordo com dados do Ministério da Previdência Social, das 1.605 agências do país, 196 estavam fechadas e 273 permaneciam com atendimento parcial.