Assine Já
domingo, 11 de abril de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
19ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 32434 Óbitos: 1183
Confirmados Óbitos
Araruama 8059 252
Armação dos Búzios 4018 49
Arraial do Cabo 1143 56
Cabo Frio 8778 419
Iguaba Grande 3162 76
São Pedro da Aldeia 4462 178
Saquarema 2812 153
Últimas notícias sobre a COVID-19
aedes

Em Búzios, Marinha do Brasil vai entrar na guerra contra o aedes

Secretaria de Saúde treina 30 fuzileiros navais

04 fevereiro 2016 - 13h35
Em Búzios, Marinha do Brasil vai entrar na guerra contra o aedes

O combate ao mosquito transmissor da dengue, febre chicungunya e do zika vírus vai ganhar reforço da Marinha do Brasil em Búzios. Na manhã desta quinta-feira (4), 30 fuzileiros navais estão sendo treinados por equipes da Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com o Departamento de Vigilância Epidemiológica, no treinamento de hoje, que acontece na sede da Capitania dos Portos, em Cabo Frio, os fuzileiros estão recebendo orientações sobre o cenário das doenças provocadas pelo aedes aegypti neste momento em Búzios.

Os militares devem começar a atuar nas ruas do balneário a partir do dia 13 deste mês. Durante 15 dias, eles vão fazer ações educativas nas ruas do município e também visitas domiciliares, ajudando na eliminação dos focos do mosquito.

Ainda nesta quinta-feira, equipes da Secretaria de Búzios também vão passar por um treinamento durante a tarde. Funcionários da Atenção Básica, Vigilância Sanitária e do Hospital Rodolpho Perissé vão discutir como agir se algum caso de microcefalia for identificado no município.

Hoje, Armação dos Búzios não tem nenhum caso de com suspeita de microcefalia. A Secretaria de Saúde monitora 92 pacientes com suspeita de zika vírus. Quatro casos de dengue foram confirmados este ano e nenhum de chicungunya.