Assine Já
sexta, 23 de outubro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9379 Óbitos: 483
Confirmados Óbitos
Araruama 1907 110
Armação dos Búzios 579 10
Arraial do Cabo 283 15
Cabo Frio 3081 168
Iguaba Grande 824 38
São Pedro da Aldeia 1446 69
Saquarema 1259 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Eleitores deixam a regularização do título para o último dia do prazo 

Apesar das filas, o atendimento no Cartório Eleitoral é rápido

07 maio 2014 - 16h34
 Eleitores deixam a regularização do título para o último dia do prazo 

A máxima que o brasileiro sempre deixa tudo para a última hora nunca foi tão lembrada nesta quarta-feira (7), último dia para a regularização dos títulos eleitorais. Como consequência, o eleitores das 96ª e 256ª Zonas Eleitorais (ZEs), que funcionam no Bairro São Cristóvão,  tiveram que enfrentar filas grandes, no entanto, não tão demoradas, segundo os próprios votantes. De acordo com o chefe de cartório da 256ª, Vinícius Ferreira Loyola, para atender a demanda, desde segunda-feira (5), as zonas tiveram o horário de funcionamento antecipado para às 8h, tendo em vista que o atendimento normal é das 11h às 19h. Até às 15h desta quarta-feira, quase 200 eleitores já estavam com a situação eleitoral regular. A estimativa do servidor é que 400 eleitores sejam atendidos neste último dia.

_ Geralmente no último dia de regularização, fechamos com cerca de 400 atendimentos. Não acredito que seja tão diferente _ observou Loyola.

Para o chefe de cartório, apesar da grande demanda, ele não acredita que o horário seja prorrogado, já que a lei federal não permite. 

_ Se os retardatários não conseguirem regularizar suas situações, infelizmente ficarão de fora e não poderão votar. Terão que aguardar_ disse o funcionário

A dona de casa Maria da Penha Rangel da Costa, de 58 anos, mora há 10 anos em Cabo Frio e somente agora conseguiu transferir seu título para a cidade. Feliz por poder finalmente votar na cidade onde reside, Maria da Penha, não escondia a sua conquista, principalmente por não ter permanecido tanto tempo na fila.

_ Não fiquei nem uma hora esperando para ser atendida. Ainda bem que os funcionários são bastante ágeis e solícitos. A minha documentação estava completa e por isso foi muito rápido. Ainda bem que agora não precisarei ir ao meu domicílio eleitoral votar ou ter que justificar em outro município _ observou a dona de casa.

As adolescentes Ana Carolina Trindade e Thays Correa, ambas de 18 anos, haviam esquecido a data limite da regularização e por meio de uma reportagem souberam do prazo. As estudantes moradoras do Centro e de Vila Nova, respectivamente, se dirigiram ao cartório eleitoral em poucos minutos.

_ Não poderia ficar sem o documento, porque para fazer matrícula, a faculdade exige o título _ frisou Ana Carolina.

Já Thays Corrêa achou que o prazo para a regularização terminaria somente no dia 17.

_ Coloquei a roupa em poucos minutos e a minha mãe teve que me trazer às pressas para cá. Se eu não estiver com a minha situação eleitoral regularizada, eu sei que terei várias sanções – disse a estudante.