Assine Já
terça, 22 de setembro de 2020
Região dos Lagos
19ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7914 Óbitos: 414
Confirmados Óbitos
Araruama 1580 102
Armação dos Búzios 474 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
eleições municipais 2016

Eleições 2016: está chegando a hora da formação de chapas

Prazo para convenções partidárias começa na próxima semana e bastidores fervem

14 julho 2016 - 10h58

RODRIGO BRANCO

 

Após uma longa temporada de especulações, blefes e muito dis- se-me-disse, se aproxima a hora que Cabo Frio conhecerá oficialmente os pretendentes a governar a cidade nos próximos quatro anos. Na próxima semana, a partir do dia 20, começa o prazo estipulado pela Justiça Eleitoral para a realização das convenções partidárias que ratificarão as candidaturas majoritárias e proporcionais para as eleições.

Até o dia 5 de agosto, isto é, a dez dias da data-limite para o registro das candidaturas, serão conhecidas todas as chapas e coligações para aquela que promete ser uma das disputas mais acirradas da história recente da cidade. As convenções de vários partidos estão marcadas para a próxima semana, entre elas a do PMDB, do deputado federal Marquinho Mendes. Pelo menos até o momento, colocam-se como postulantes a cadeira atualmente ocupada por Alair Corrêa (PP) o próprio Marquinho, o também deputado Janio Mendes (PDT), o vereador Adriano Moreno (Rede), o ex-deputado Paulo César da Guia (PSDB) e o economista Cláudio Leitão (PSOL). A maior das incógnitas é a situação do atual prefeito que, depois de anunciar a seu grupo na última sexta-feira a retirada da candidatura em favor de Paulo César, teria voltado atrás por pressão do seu partido. De acordo com pessoas ligadas a Alair, ele teria recebido o pedido diretamente do governador interino Francisco Dornelles, informação que não foi confirmada. Pelo contrário, seu nome encontra resistência entre as principais lideranças estaduais da legenda.

O que se sabe apenas é que, cada vez mais fragilizado por causa da situação administrativa e com pendências na Justiça, o prefeito estaria disposto como nunca a jogar a toalha, passando a incumbência de representar a família ao sobrinho e vereador Paulo Henrique Corrêa (PP), também cotado para composição com o tio ou mesmo Paulo César, embora essa possibilidade agora seja considerada remota.

Também com pendências judiciais, Marquinho se mantém em silêncio quando o assunto é o companheiro de chapa. Entre os principais cotados estão o vereador Aquiles Barreto (Solidariedade) e a empresária Ruth Schuindt, que foi vice na chapa de Janio em 2012. Contudo, nos bastidores, comenta-se que no caso de uma impugnação da candidatura, as principais possibilidades de um plano B seriam Aquiles; seu irmão e ex-secretário Carlos Victor Mendes e até mesmo sua mulher, a empresária Camila Mendes.

Já para companheiro de Janio, são considerados favoritos os empresários Waldemir Mendes, que até meses atrás fazia parte do grupo de Alair e Adelício José dos Santos. No entnato, há quem aposte em uma composição com Adriano, que sustenta a tese de que vai para disputa.

Seja como for, segundo a Folha apurou cresceram as conversas entre um grupo de lideranças políticas da cidade, entre elas até mesmo dissidentes do grupo governista para apoiar um dos pré- candidatos. Segundo um interlocutor do grupo, a movimentação teria o poder de desequilibrar o jogo em favor do nome apoiado.

Enquanto isso, a única chapa anunciada até o momento é a de Cláudio Leitão. Avesso às coligações por questões ideológicas e programáticas, o PSOL aposta em uma figura do 2º distrito para aumentar a capilaridade do partido: o advogado Jorge Richele.

*Foto: ArquivoQUANTA DIFERENÇA: em 2012, oficialização do nome de Alair Corrêa aconteceu entre sorrisosQUANTA DIFERENÇA - Em 2012, oficialização do nome de Alair Corrêa aconteceu entre sorrisos.