Assine Já
domingo, 12 de julho de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
15ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 344 Confirmados: 3388 Óbitos: 196
Suspeitos: 344 Confirmados: 3388 Óbitos: 196
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 272 7
Arraial do Cabo 16 84 11
Cabo Frio X 1037 64
Iguaba Grande 12 241 20
São Pedro da Aldeia 10 530 19
Saquarema 32 566 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
Educação

Educação pressiona Prefeitura de Cabo Frio na Justiça

Secretária da pasta não recebe a categoria e nova assembleia decide se greve continua

15 dezembro 2015 - 09h29Por Nicia Carvalho

Em greve há sete dias por conta do não pagamento dos salários referente a novembro e da dúvida sobre o recebimento do 13°, os profissionais da Edu­cação de Cabo Frio realizaram mais um protesto na manhã de ontem, em frente ao prédio da Prefeitura. De lá seguiram para o Fórum da cidade para pressio­nar apreciação do mandado de segurança impetrado pelo sindi­cato da categoria, exigindo que o governo municipal faça os depósitos. Três advogados do

Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos) cuidam da ação na justiça.

Após a passeata, que seguiu da Praça Tiradentes até as es­colas Antônio Bessa, no centro, e Antônio da Cunha, na Passa­gem, os profissionais realizaram assembleia que deciciu por uma comissão formada por repre­sentantes do movimento que se reuniria com a secretária Jucia­ra Noronha Dimas. No entanto, a condição da gestora da pasta para receber a comitiva era que a professora Denize Alvarenga não fizesse parte do grupo. A proposta foi rejeitada pela maio­ria dos manifestantes e a profes­sora foi escolhida para integrar a comissão. A secretária, por sua vez, não recebeu a comitiva. Hoje, os manifestantes realizam nova assembleia hoje, às 18h, na Escola Edilson Duarte, mesmo que o pagamento de novembro seja depositado.

– A greve continua. Tem di­retor de escola assediando, pressionando professor para ter conselho de classe. Arraial ten­tou a mesma coisa e a justiça foi favorável a categoria. Faremos o mesmo em Cabo Frio, se neces­sário – explicou Denise Teixeira, diretora de imprensa do Sepe.