Assine Já
segunda, 06 de julho de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 272 585 40
Armação dos Búzios X 256 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 954 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 465 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
educação

Educação: Pagamento na conta até amanhã

Após desbloqueio da verba do Fundeb, Prefeitura começa processo para pagardo

25 janeiro 2017 - 07h49
Educação: Pagamento na conta até amanhã

Segundo o secretário de Fa­zenda, Clésio Guimarães, o pagamento da Educação estará na conta até amanhã – o prazo é o dia 31. Clésio afirma que a Secretaria de Administração en­viou ontem a folha de pagamen­to, que já foi processada pela Fazenda, e agora só depende de o dinheiro vencer as burocracias bancárias para que cheguem à conta do servidor público. O prazo normal para que isso aconteça, segundo ele, é o de até 48 horas após o pagamento.

O acerto só é possível gra­ças ao desbloqueio da verba do Fundeb, que ocorreu no fim da tarde de sexta. Segundo o acor­do firmado entre Prefeitura e Sepe Lagos, até dia 31 devem ser pagos os salários de outubro e novembro do ano passado e janeiro deste ano. Clésio infor­ma que foram desbloqueados R$ 6,5 milhões, que engrossam o caixa da Prefeitura, que ago­ra tem cerca de R$ 12 milhões para cumprir os pagamentos.

O próprio Sepe Lagos ha­via conseguido o arresto para o governo passado não conseguir movimentar o dinheiro do Fun­deb – e os servidores recebessem através da Justiça. De acordo com Denise Teixeira, diretora do Sepe, o sindicato está ciente das dificuldades burocráticas que o novo governo está enfrentando.

– Sabemos dos entraves bu­rocráticos, que devem ser solu­cionados para que o acordo seja cumprido – afirma.

O procurador Carlos Magno de Carvalho, responsável por desemaranhar a teia burocrática com a qual a atual gestão vem travando embate, comemorou:

– O desbloqueio, nesse mo­mento, é importantíssimo. Está­vamos confiantes de que íamos conseguir – disse.

Se o pagamento de outubro, novembro e janeiro não for de­positado até dia 31, profissionais da Educação cruzarão os braços no primeiro dia de fevereiro (jus­tamente quando está marcado para voltar as aulas em algumas escolas). O Sepe tem assembleia marcada para o dia 31, no audi­tório do Colégio Edílson Duarte, no Jardim Caiçara, às 18h.