Assine Já
sexta, 14 de agosto de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
17ºmin
Alerj
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 5213 Óbitos: 304
Confirmados Óbitos
Araruama 846 62
Armação dos Búzios 384 9
Arraial do Cabo 132 12
Cabo Frio 1721 100
Iguaba Grande 420 26
São Pedro da Aldeia 796 44
Saquarema 914 51
Últimas notícias sobre a COVID-19
Prefeitura

Educação decide, nesta quarta-feira (18), os rumos da greve

Em passeata pelo centro de Cabo Frio, servidores protestaram contra abusos

18 novembro 2015 - 09h26Por Nicia Carvalho

Os servidores municipais da Educação decidiram manter a greve da categoria pelo menos até quarta-feira (18), quando haverá nova assem­bleia da categoria, às 18h, no Co­légio Edilson Duarte, no Jardim Caiçara, para definir se a paralisa­ção continua. A decisão foi toma­da pelos profissionais, no fim da manhã de ontem, após a sessão da Câmara Municipal de Cabo Frio, porque o pagamento dos servido­res, prometido para ontem, não havia sido efetuado. A prefeitura, por sua vez, afirmou que os salá­rios foram depositados.

– Decidimos pela greve mes­mo que o pagamento saia hoje (ontem) porque vamos decidir em assembleia amanhã os ru­mos do nosso movimento. Não é apenas pelos salários atrasados e pelo vale-transporte, que é des­contado pela prefeitura, mas não é repassado. É uma série de direi­tos que não estão sendo cumpri­dos – explicou Denise Teixeira, diretora do Sepe Lagos.

Após decisão pela greve, os manifestantes fizeram passeata no Centro, acompanhados por diversas pessoas à frente dos comércios ou pelas janelas dos prédios, filmando e fotografando o protesto. Carros da Polícia Mi­litar e da Guarda Municipal orde­navam a manifestação.

Além de uma extensa pauta de reivindicações, os manifestantes cobram o pagamento dos salários de outubro e do vale-transporte dos funcionários, que segundo o sindicato está atrasado há quatro meses. De acordo com a catego­ria, 93 escolas estão sem aulas e 35 mil alunos sem aulas.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta quarta-feira (18)