Assine Já
quarta, 23 de junho de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Alerj2
Alerj3
TEMPO REAL Confirmados: 43614 Óbitos: 1679
Confirmados Óbitos
Araruama 10812 339
Armação dos Búzios 5233 57
Arraial do Cabo 1501 83
Cabo Frio 11637 622
Iguaba Grande 4486 107
São Pedro da Aldeia 5916 260
Saquarema 4029 211
Últimas notícias sobre a COVID-19
Educação

Educação de Cabo Frio suspende matrículas

Secretaria declara que não há vagas sem fechamento do ano letivo

07 janeiro 2016 - 09h42
Educação de Cabo Frio suspende matrículas

Quem quiser comprar material escolar precisa de paciência. Isso porque, a menos de dois meses do início do ano letivo, sequer as matrículas foram abertas devido à greve da Educação. Ontem, a Secretaria Municipal de Educação (Seme) publicou comunicado que, ao contrário do anunciado, hoje não haverá matrículas online.
O comunicado da secretaria feito ontem conclama os servidores para o fechamento do ano letivo de 2015: “A Seme aguarda que o Sepe anuncie o término da greve e mobilize a categoria para o fechamento do ano letivo de 2015, conforme ficou acordado em reunião na Seme. Sem esse fechamento, a Seme fica impossibilitada de abrir processo de matrícula, já que muitos alunos ainda não têm resultado final e, assim, estão impedidos de matricularem-se em qualquer Rede de Ensino”.
O ano letivo de 2015 ainda não foi encerrado pela paralisação dos servidores da Educação. A greve começou por conta do atraso de salários da Prefeitura. Os funcionários públicos estão de braços cruzados desde o dia sete de de dezembro, quando o pagamento não saiu por mais uma vez.
A Prefeitura, por sua vez rebate o Sepe dizendo que os pagamentos estão em dia e os décimos terceiros estão sendo efetuados em parcelas.
O sindicato mantém a paralisação até que seja efetivado o valor total do 13º, mesmo que seja quitado em parcelas, como propõe o governo, que terminam em maio.
Amanhã, acontecerá mais uma assembleia no auditório do Colégio Edílson Duarte, no Jardim Caiçara, a partir das 18h, para definir os rumos do movimentos e a prolongação da greve.
De acordo com Denize Alvarenga, diretora do Sepe, as aulas normalmente começam na segunda semana de fevereiro.
– As aulas começam na segunda semana de fevereira. Na primeira, fazemos o planejamento. Nesse ano, já foi decidido que o ano letivo começa depois do Carnaval. Mas é simples. É só nos pagar para que o prazo seja cumprido.