Assine Já
quinta, 28 de outubro de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52450 Óbitos: 2151
Confirmados Óbitos
Araruama 12382 441
Armação dos Búzios 6530 73
Arraial do Cabo 1736 93
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6993 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
defeso

É proibido pescar: prática artesanal ou esportiva não é permitida na Lagoa de Araruama

Período impede captura de qualquer espécie até o dia 31 de outubro

01 agosto 2014 - 14h13
É proibido pescar: prática artesanal ou esportiva não é permitida na Lagoa de Araruama

Teve início nesta sexta-feira (1º) na Lagoa de Araruama, o período do defeso total da pesca, que proíbe até o dia 31 de outubro a captura de qualquer espécie.  O objetivo é garantir a reprodução adequada e o crescimento das espécies de peixes e crustáceos na área ambiental.

Por causa da proibição, toda a extensão da lagoa será monitorada por equipes de fiscalização da Secretaria Estadual do Ambiente e também das prefeituras que são banhadas pelo ecossistema. A fiscalização tentará evitar o uso de redes de arrasto, varas de pesca e embarcações em atividade pesqueira.

Durante o defeso, pescadores profissionais cadastrados com confirmação do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) terão direito ao seguro-defeso no valor de  um salário mínimo por mês, liberado pelo Ministério do Trabalho. Para tanto, o pescador deve comprovar que é profissional, com cadastrado no Registro Geral de Pescador (o RPG, a carteira profissional) do MPA, que tem registrados cerca de mil pescadores nos cinco municípios da Lagoa de Araruama.

Realizado pelo segundo ano, o recurso visa a combater a pesca predatória, proporcionando a reprodução e o aumento dos estoques, com a proibição valendo até para pescadores amadores, independentemente da arte de pesca, como vara, linha e redes. A Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) é uma das instituições do Consórcio Intermunicipal Lagos São João, que fará o lançamento oficial do defeso na próxima segunda-feira (4/8), em Cabo Frio. O grupo foi criado há 15 anos com empresas públicas e privadas para fortalecer ações de meio ambiente na região.

Legislação - A nova regra para o exercício da pesca na Lagoa de Araruama foi instituída pelo MPA e pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), na Instrução Normativa Interministerial nº 2, de 16 de maio de 2013.

Resultado - Como resultado do defeso do ano passado, a Fiperj, que iniciou há dois anos seu projeto de estatística pesqueira na lagoa, já identifica aumento no tamanho do pescado, buscando ainda comprovar em números o percentual de aumento da produção.

Fiscalização - Para fazer valer a regra, agentes das guardas municipais dos cinco municípios, Batalhão Ambiental, Ibama, Inea e Marinha vão atuar na fiscalização. Quem for flagrado infringindo a lei poderá sofrer as penalidades, que vão de multa até perda de equipamento e pescados.