Assine Já
segunda, 25 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22503 Óbitos: 742
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2960 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6068 247
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Dos cinco detidos, pelo menos dois são ligados a morte do casal do Minha Casa, Minha Vida

Segundo Polícia Civil, guerra de facção é confirmada como motivação do crime

18 junho 2019 - 11h33
Dos cinco detidos, pelo menos dois são ligados a morte do casal do Minha Casa, Minha Vida

A Polícia Civil confirmou que dois, dos cinco detidos como suspeitos pela morte do casal Francisco José da Costa e Débora Alves, na semana passada, no condomínio Minha Casa, Minha Vida, já confessaram a participação no homicídio. Eles foram presos ontem na Estradinha, no Jardim Esperança, segundo a polícia, com armas, munições e associação ao tráfico de drogas. 

O delegado Sergio Caldas, informou que de ontem para hoje vários interrogatórios foram feitos e o Núcleo de Homicídios trabalha sem parar para elucidar a morte do casal. 

- Estamos evoluindo, a prisão destas pessoas pela Polícia Militar favoreceram muito a investigação, mas ainda está evoluindo. Estamos com metade da investigação fechada, mas estamos trabalhando para fechar 100% - informou o titular da 126ª DP (Cabo Frio), delegado Sergio Caldas. 

A motivação para o crime também foi confirmada de acordo com a polícia. O casal se mudou do bairro Guarani para o Jardim esperança e ambos são 'chefiados' por facções diferentes. 

 

Na tarde de segunda, presos suspeitos

Quatro homens e uma mulher foram presos em flagrante pela Polícia MIlitar na tarde de ontem em Cabo Frio por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

Segundo a Polícia Civil, a prisão do grupo abriu um novo leque na investigação do assassinato do casal que morava no condomínio Monte Carlo, financiado pelo Minha Casa Minha Vida, no Jardim Esperança.

De acordo com a polícia, integrantes do grupo são suspeitos de participação no crime. Depoimentos serão colhidos hoje para aprofundar as investigações. Os suspeitos foram presos na Estradinha, no Jardim Esperança, com armas e munições.

O casal Francisco José da Costa e Débora Alves foi retirado de dentro de casa na última terça-feira por criminosos. Eles foram sequestrados e assassinados, e foi necessária uma força-tarefa de diversos órgãos para localizar os corpos, encontrados em estado de decomposição e com marcas de tiros, em um matagal próximo ao condomínio. As investigações iniciais apontam que a motivação do crime seria a guerra de facções. Antes de se mudar para o Minha Casa Minha Vida, o casal morava em um bairro que tem o tráfico dominado por uma facção rival.