Assine Já
terça, 29 de setembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8374 Óbitos: 431
Confirmados Óbitos
Araruama 1653 103
Armação dos Búzios 495 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2757 145
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
banco

Dólar sobe 1% com ação do banco chinês

Banco Popular da China desvaloriza moeda para estimular as exportações

11 agosto 2015 - 17h43

A intervenção do Banco Popular da China no mercado de câmbio repercutiu nos no mundo inteiro. No Brasil, a desvalorização do yuan faz com que o dólar comercial retome a trajetória de alta ante o real. Às 16h50, a moeda americana era negociada a R$ 3,499 na compra e a R$ 3,501 na venda, o que representa alta de 1,68%. O índice de referência da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) recua 1%, aos 48.859 pontos.

O Banco do Povo da China (o banco central chinês) desvalorizou o yuan ante o dólar em 1,9% nesta terça (11). A intenção é o estímulo de exportações no país. Tal intervenção levou a uma desvalorização das moedas dos países exportadores. O dólar australiano perde 1,62% ante o dólar americano e o de Cingapura, 1,60%. Variação também acima de 1% é registrada nos negócios com o rand sul-africano e com o peso mexicano.