Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Dobradinha que se repete

Dobradinha que se repete

Aliados no estado e nacionalmente, PT e PMDB vão se unir em Cabo Frio

10 março 2016 - 12h02

No quebra-cabeças eleitoral de Cabo Frio, as peças começam a se encaixar e o cenário político, a fazer sentido. Nos próximos dias, o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores pretende formalizar a aliança com o PMDB visando às eleições de outubro. Com a iminente concretização do apoio dos petistas à pré-candidatura do deputado Marquinho Mendes, está prestes a se reproduzir na cidade a aliança entre os partidos tanto na esfera nacional como no estado do Rio. Além disso, o acordo pode render a Marquinho preciosos quatro minutos na propaganda eleitoral gratuita de rádio e TV.

Segundo o presidente municipal do PT, vereador Eduardo Kita, a aliança obedece à determinação da Executiva Nacional do partido que tem orientado os diretórios de municípios que não posssuem candidatos competitivos no pleito majoritário a se unirem com aliados que dão sustentação ao mandato da presidenta Dilma Rousseff.

– Nós, da (Executiva) Estadual, avaliamos que tanto o PDT como o PMDB seriam boas opções. Por uma questão de formação de nominata, a tendência da militância é essa (aliança com PMDB). O deputado Marquinho tem sido um aliado importante da presidenta Dilma na Câmara – afirma Kita, que pretende eleger até dois vereadores para o Legislativo cabofriense.

O acordo foi confirmado à Folha por Marquinho, que garantiu ainda que o PSD também vai compor o arco de alianças que o apoiará daqui a sete meses. A legenda é outra que vinha sendo alvo de disputa com o PDT e seu pré-candidato, o deputado estadual Janio Mendes.