Assine Já
domingo, 20 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
educação

Diretoras de escolas alugadas vão ser ouvidas pela Secretaria

Vereador condena aluguel indevido, mas diz entender diretores: “falta tudo”

16 fevereiro 2016 - 09h24
Diretoras de escolas alugadas vão ser ouvidas pela Secretaria

A Secretaria de Educação de Cabo Frio vai convocar as diretoras das escolas municipais Iara Coutinho Gomes e Etelvina Santana da Fonseca para prestar esclarecimentos sobre o aluguel das escolas para turistas no Carnaval. Segundo matéria publicada pela Folha no fim de semana, as duas unidades escolares receberam dezenas de turistas no feriado e o dinheiro arrecadado teria sido usado, segundo uma das diretoras, para pagar contas atrasadas dos colégios.

Em nota, a Secretaria de Educação afirmou que “a prática de cessão da unidade escolar é de responsabilidade do diretor, desde que não haja cobrança financeira” e que “a equipe diretiva é autônoma, inclusive, para negar o empréstimo do prédio”. As duas unidades ficam em áreas procuradas por turistas: a Iara, no Centro; e a Etelvina, no Peró.

O vereador Aquiles Barreto (SD) condenou o aluguel indevido, mas disse entender o lado de diretores que sofrem com péssimas condições de trabalho.

– Eu acho que emprestar para encontros de jovens, de instituições ou entidades não tem problema algum. Agora, alugar para turistas por dinheiro é outra coisa. Mas eu conversei com diretores e a situação está muito difícil, não tem papel higiênico, não tem merenda, material para as crianças, nada. A culpa disso é da Prefeitura – afirmou Aquiles, que ingressará hoje com requerimento junto à Câmara de Vereadores para fiscalizar os repasses da Prefeitura de Cabo Frio às escolas municipais.

Outro vereador, Adriano Moreno (Rede), afirmou que também irá cobrar esclarecimentos sobre o aluguel das escolas.