Assine Já
quarta, 30 de setembro de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8438 Óbitos: 437
Confirmados Óbitos
Araruama 1675 103
Armação dos Búzios 500 10
Arraial do Cabo 256 15
Cabo Frio 2775 149
Iguaba Grande 699 37
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 69
Últimas notícias sobre a COVID-19
servidor

Dia do Servidor será marcado por protestos

Condições de trabalho e atrasos no salário irritam trabalhadores

27 outubro 2016 - 19h42Por Gabriel Tinoco I Foto: Arquivo Folha
Dia do Servidor será marcado por protestos

Não há muito o que festejar neste Dia do Servidor, ‘comemorado’ hoje, mas, mesmo assim, eles mostraram que não esqueceram a data. Os servidores vão às ruas no ato-baile, hoje, na Praça Porto Rocha, no Centro, às 16h. Os manifestantes protestarão contra os atrasos no salário e a falta de condições de trabalho na atual gestão.

– Estaremos realizando um ato que chamamos de baile do servidor. Isso porque, em toda a farra com a verba pública,  só quem dança é o cidadão.  Estaremos coletando alimentos no local, para poder tentar minimizar um pouco toda essa situação – afirma a diretora de imprensa do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe), Denise Teixeira.

A servidora Denize Alvarenga, 48, está angustiada por não ter recebido o pagamento de agosto.

– O Dia do Servidor será bastante triste. Tenho 29 anos de servidora municipal. Passei por alguns governo e experimentei muitas sensações. Vivi momentos de euforia nos áureos tempos do dinheiro jorrando e festas e prêmios em datas como esta. Jamais imaginei que passaria o dia do servidor, em 28 de outubro, sem meu salário de agosto. É desrespeitoso, humilhante, degradante e cruel – desabafa.

Denise Teixeira faz questão de relembrar os direitos não pagos pelo atual governo.

– O servidor público do município de Cabo Frio não tem o que comemorar. Afinal, estamos há quase três meses sem pagamento,  sem décimo terceiro de 2015, sem vale-transporte,  sem terço de férias e com todos os nossos direitos negados. Chegamos ao fundo do poço. Temos servidores sem ter como pagar aluguel, luz e comprar mantimentos.

O presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde (SindiSaúde), Gelcimar Almeida, o Mazinho, estava indignado.

– Desejar feliz Dia do Servidor não tem como. Estão todos tristes, sem pagamento, sem previsão do salário de setembro. Estamos devendo bancos, cartões, aluguéis. Muitos estão sem ter o que comer em casa. E o prefeito brincando de ser prefeito. Ao longo de 27 anos de prefeitura, nunca vivi situação parecida, a não ser em 88, no governo do próprio Alair. Jamais imaginei passar por isso. Como comemorar o dia do servidor? Vamos comemorar com um ato.