Assine Já
sábado, 19 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Dia

Dia decisivo para o futuro do Rui Barbosa

Reunião no MP coloca frente a frente governo e representantes da escola

22 março 2017 - 02h09
Dia decisivo para o futuro do Rui Barbosa

 O destino do Colégio Rui Bar­bosa estará em discussão esta tarde durante uma reunião no Ministério Público, comandada pela promotora da Infância e Ju­ventude, Luciana Nascimento e que contará com a presença de representantes do governo muni­cipal e da direção da escola, além de integrantes do Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos) e um grupo de estudantes.

Para a comunidade escolar, a expectativa é que o governo apresente planilhas que compro­vem que os gastos com o Rui e as demais unidades do Ensino Médio inviabilizam a manuten­ção dessas escolas e, ao mesmo tempo, do Ensino Fundamental e da Educação Infantil, essas úl­timas obrigações constitucionais dos municípios.

– Cadê os dados? Falar é fácil. Se ele não mostrar esses dados, vamos continuar achando que ele tem dinheiro suficiente cum­prir sua obrigação com as cre­ches e também manter o Ensino Médio – disse Márcia Marques, diretora do Rui Barbosa.

Enquanto a situação não se define na esfera jurídico-admi­nistrativa, alunos e professores pressionam o governo a desis­tir da intenção de estadualizar o Ensino Médio. Para hoje está marcado um ato, às 8 horas, em frente à sede da Secretaria de Educação, no Centro. Na Câ­mara, os vereadores, a maioria da base governista, também es­tão sendo intensamente cobra­dos. Ontem, um grupo esteve na sessão para protestar. Amanhã, a tribuna livre será usada para falar sobre o assunto. Previsto na Lei Orgânica, o Ensino Mé­dio municipalizado teria que ser derrubado por ação dos parla­mentares.

Em nota, a Prefeitura confir­mou que enviará representantes para a reunião e reiterou que existe uma recomendação do MP para que a rede municipal não realize matrículas para tur­mas de 1º ano do Ensino Médio em 2017. Segundo a adminis­tração municipal, o objetivo da reunião de hoje será analisar os dados referentes ao Rui, a fim de que se possa chegar a um enten­dimento sobre o assunto.