Assine Já
quinta, 22 de outubro de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9339 Óbitos: 478
Confirmados Óbitos
Araruama 1907 110
Armação dos Búzios 574 10
Arraial do Cabo 283 15
Cabo Frio 3072 166
Iguaba Grande 819 38
São Pedro da Aldeia 1434 66
Saquarema 1250 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
IMUNIZAÇÃO EM MASSA

Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação é neste sábado (17)

Cerca de 1.500 unidades de saúde em todo o estado do Rio estarão abertas para atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes

16 outubro 2020 - 16h08Por Redação

Neste sábado, 17 de outubro, ocorre o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação, e cerca de 1.500 unidades de saúde em todo o estado estarão abertas para atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes. A campanha é uma ação conjunta entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Ministério da Saúde e as Secretarias Municipais de Saúde. Ao todo, foram mobilizados cerca de 11 mil profissionais nos 92 municípios do Estado do Rio.

O Dia D tem o objetivo de ampliar o chamamento à população para proporcionar uma maior adesão. A meta da Campanha Nacional de Multivacinação é aumentar a cobertura vacinal da BCG para 90% e a dos outros imunizantes para 95% até o fim do ano.

Valter Almeida, gerente de Imunização da Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS), ressalta a importância da campanha de vacinação e do Dia D em 17 de outubro, que cai num sábado.

"O fim de semana é quando os pais e responsáveis encontram, geralmente, mais facilidade de ir às unidades de saúde, porque não estão envolvidos com suas rotinas profissionais. O sábado, então, é quando a gente faz um chamamento ainda maior para a população".

Todas as vacinas presentes nos calendários da criança e do adolescente são parte da campanha. No calendário da criança, que inclui a imunização de crianças até 10 anos de idade, são 14 vacinas no total. São elas: BCG, Hepatite B, Penta (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e poliomielite), Pólio inativada, Pólio oral, Rotavírus, Pneumo 10, Meningo C, Febre Amarela, Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), Tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), DTP (tríplice bacteriana), Hepatite A e Varicela.

No calendário do adolescente há mais vacinas, além de reforços das imunizações feitas na infância. São elas: Hepatite B, Febre Amarela, Tríplice viral, Difteria e tétano adulto, DTPa, Meningocócica ACWY, HPV quadrivalente e Varicela.

Em conjunto com as vacinas da criança e do adolescente, também é oferecida imunização contra o sarampo para todos da faixa etária entre 6 meses e 59 anos. A medida tem como objetivo evitar a exposição desnecessária da população à Covid-19, aproveitando a ida do responsável pelas crianças à unidade de saúde para atualizar a própria situação vacinal.

As vacinas serão aplicadas nos postos municipais de Saúde da capital e do interior. Acompanhe os canais de comunicação da prefeitura do seu município para se certificar dos locais e documentos necessários. Não deixe de levar a caderneta de vacinação.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.