Assine Já
domingo, 24 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Alerj

Em votação, Alerj aprovou o aumento do IPVA no Rio de Janeiro

Reajuste é válido para carros flex, motos e veículos de luxo

01 outubro 2015 - 16h49

Nos próximos quinze dias proprietário de  carros flex, motos e veículos de luxo passam a pagar alíquota de 4,5% de IPVA. A mudança foi aprovada hoje, em sessão extraordinária, pelos deputados estaduais. Pela proposta, veículos com motor de propulsão acima de 2 mil cilindradas ou 150 HP (horse power ou cavalo-vapor) passam para a nova taxa. Com a alteração nas regras do IPVA, o governo espera aumentar a arrecadação em R$ 550 milhões. A sanção do governador Luiz Fernando Pezão acontece em até 15 dias. 

 

Também foi aprovado um destaque para manter a alíquota de IPVA em 2% para motos até 250 cilindradas. Somente motocicletas acima desta potência terão aumento de 2% para 2,5%. A proposta contempla categorias como mototaxistas e motoboys.

 

Ao todo, os parlamentares analisaram 167 emendas ao projeto de lei do governador Luiz Fernando Pezão. Os líderes dos partidos acolheram 68 delas após uma reunião de quase três horas na quarta-feira (30). Dentre essas, a maior novidade foi a inclusão de alíquotas maiores para carros de luxo. Contudo, a proposta inicial elevaria a alíquota para 6,5%.

 

O novo texto também amplia a isenção do imposto para pessoas com deficiência e inclui no benefício ainda os carros adaptados utilizados para esse tipo de transporte. Além disso, também passaram a ser isentos os veículos que fazem transporte escolar.