Assine Já
quarta, 23 de setembro de 2020
Região dos Lagos
21ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7914 Óbitos: 414
Confirmados Óbitos
Araruama 1580 102
Armação dos Búzios 474 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Porto Rocha

Depois de 18 dias, Praça Porto Rocha amanhece desocupada

Estudantes montaram acampamento para protestar contra problemas na Educação

04 outubro 2016 - 10h06Por Redação | Foto: Rodrigo Branco
Depois de 18 dias, Praça Porto Rocha amanhece desocupada

Ocupada por estudantes e artistas desde 16 de setembro, a Praça Porto Rocha amanheceu sem barracas ou tendas na manhã desta terça-feira (4). O movimento, inicialmente instalado no coreto, reinvidicava melhorias na rede municipal de ensino, principalmente, a reabertura das escolas fechadas por falta de condições de aula e o pagamento dos salários atrasados.

Dias depois, uma polêmica envolvendo o nome do vereador Paulo Henriquer Corrêa (PP). O parlamentar foi acusado de entrar na ocupação e retirar à força o caixão com sua foto usado em menifestação dos profissionais da Educação. Alegando estar fora da cidade, Paulo Henrique negou. No dia 24, após intervenção da PM, os manifestantes foram retirados do coreto. Houve acusação de abuso de autoridade por parte dos policiais e, poucas horas depois, o acampamento foi montado, dessa vez no centro da praça. 

Sem o atendimento das reivindicações pela Prefeitura até o momento, não há informações sobre o motivo para a retirada do acampamento. Na manhã desta terça (4), no local, ainda havia restos da ocupação como colchões, detritos e pedaços de madeira. 

Leia também:

Ocupação por melhorias na Educação chega ao quinto dia