Assine Já
terça, 22 de junho de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
16ºmin
Alerj2
Alerj3
TEMPO REAL Confirmados: 43349 Óbitos: 1676
Confirmados Óbitos
Araruama 10701 336
Armação dos Búzios 5211 57
Arraial do Cabo 1501 83
Cabo Frio 11551 622
Iguaba Grande 4461 107
São Pedro da Aldeia 5895 260
Saquarema 4029 211
Últimas notícias sobre a COVID-19
demolições

Demolições na Estrada do Guriri recomeçam nesta sexta (1)

Justiça determina desocupação por falta de licenças e de regularização

01 setembro 2017 - 09h41
Demolições na Estrada do Guriri recomeçam nesta sexta (1)

A demolição das edificações da RJ-102, a Estrada do Guriri, ao lado do Posto do Trevo, no Trevo da Ogiva, em Cabo Frio, seguirá nesta manhã. A Prefeitura não garante que a obra termine ainda hoje. A juíza da 2ª Vara Cível, Sheila Draxler, determinou a desocupação na manhã de ontem por falta de licenças e regularização da propriedade. 
A área de 8 mil metros quadrados era ocupada por três lojas – Del Rio Material de Construção, Del Rio Acabamentos e Fornecedora Radical –, quatro casas e seis kitnets. No local, havia 37 empregados. 
O processo tramitava desde 2007. Dois anos mais tarde, o processo teve trânsito em julgado (não cabe mais recurso) no Tribunal de Justiça (TJ-RJ), mas o mandado foi expedido somente na quarta passada. 
O governo poderá ser reembolsado com o valor da obra pelos proprietários. O não cumprimento da decisão poderia acarretar em multa e instauração de processo criminal e por improbidade administrativa ao prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes (PMDB).
O dono da Del Rio - Materiais de Construção, Delmício Rey, garante ter cumprido todas as determinações da Prefeitura. 
– Isso não está acontecendo por falta de licença, mas por falta de humanidade. Tenho as escrituras. Todas as exigências foram cumpridas. No final do governo passado, o processo sumiu. Vão demolir uma área que oferece 37 empregos. Mandaram destruir minha casa, onde moram minha mulher e meus três filhos. A juíza está sendo muito humana – ironiza o empresário.