Assine Já
quinta, 29 de julho de 2021
Região dos Lagos
17ºmax
13ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46093 Óbitos: 1865
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5456 57
Arraial do Cabo 1564 87
Cabo Frio 12599 755
Iguaba Grande 4756 114
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
ORDENAMENTO VERÃO

Defesa Civil vai fazer blitz em carrinhos de vendedores ambulantes nas praias de Cabo Frio

Medida será tomada após novo incêndio, ocorrido nesta sexta-feira (13), na Praia do Forte

13 dezembro 2019 - 18h39Por Rodrigo Branco

A partir de hoje, agentes da Defesa Civil de Cabo Frio e da Coordenadoria de Posturas vão fazer blitz periódicas nas praias da cidade para verificar as condições dos carrinhos dos vendedores ambulantes. A medida que seria tomada apenas na próxima semana foi antecipada após um incêndio em um carrinho de pizza, nesta sexta-feira (13), no começo da tarde, na Praia do Forte. O incidente não deixou feridos, apesar de haver bastante gente próxima ao local, e o fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros. Antes disso, porém, o carrinho chegou a ser levado para a beira do mar, na tentativa de apagar as chamas.

Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, Márcio Soren, o equipamento é clandestino e não passou pela inspeção obrigatória da prefeitura, cujo prazo terminou nesta sexta. Ao todo, 121 carrinhos vistoriados foram aprovados. Aqueles que não estiverem dentro das especificações de segurança, garante Soren, não poderão ficar na praia.

– Os carrinhos que tiverem sido reprovados ou que tiverem caído em alguma exigência serão retirados da areia. A princípio, eles não serão aprendidos mas, caso se recusem a sair da areia, serão apreendidos e as suas licenças entrarão em processo de cassação. Amanhã (sábado, 14), vai ser um trabalho mais educativo, mas não vou permitir que haja carrinhos que não estão adequados. Isso vai ser comum tanto nos fins de semana como durante a semana – anuncia o coordenador de Defesa Civil. 

O incêndio desta sexta também fez a Defesa Civil perceber a deficiência no treinamento de combate a incêndio para os trabalhadores. O coordenador pretende fazer uma qualificação com os ambulantes nesta semana.

– Vamos ter que corrigir um ponto em relação a isso. Creio que haveria outros ambulantes na praia e me parece que ninguém socorreu com extintor – conclui Márcio Soren.

Entidade que atua em parceria com a prefeitura, o Sindicato dos Ambulantes emitiu nota sobre o episódio de ontem no qual confirma que o carrinho incendiado não passou pela vistoria da Defesa Civil, não era licenciado pela Coordenadoria de Posturas e não foi encaminhado pelo sindicato. 

– Essa inobservância dos procedimentos legais ocasionaram as seguintes discrepâncias: o carrinho não estava confeccionado dentro dos padrões determinados pelos órgãos competentes; não existia no carrinho nenhum equipamento de combate a incêndio; e o ambulante não tinha recebido o treinamento/ instruções devidas para exercer as suas atividades – diz o texto.

Esse é o quarto incidente em menos de dois anos envolvendo botijões de gás em carrinhos de ambulantes na Praia do Forte. Em janeiro de 2018, uma pessoa ficou ferida ao tentar ajudar o dono do carrinho a debelar as chamas. Um mês depois, novo incidente, desta vez na Praia do Peró, desta vez sem feridos. No primeiro dia deste ano, mais um carrinho pegou fogo, só que na Avenida Francisco Mendes, a menos de 500 metros da orla da praia, mais uma vez sem consequências graves. 

O uso de botijões de gás e de materiais inflamáveis nos carrinhos de ambulantes chegou a ser proibido por decreto municipal, por recomendação do Ministério Público Estadual, mas após muita pressão dos trabalhadores e a intervenção da Câmara Municipal, um projeto de lei estabelecendo normas de segurança foi aprovado pelos vereadores e o decreto revogado, em julho de 2018. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.