Assine Já
quinta, 24 de setembro de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7942 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1581 102
Armação dos Búzios 477 10
Arraial do Cabo 231 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 649 36
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1165 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
coveiros

Coveiros ameaçam parar no Natal se não receberem

Servidores ameaçam greve geral em Cabo Frio

23 dezembro 2016 - 12h07
Coveiros ameaçam parar no Natal se não receberem

Cabo Frio pode ficar sem se­pultamentos nos cemitérios da cidade a partir de hoje, caso a Prefeitura não deposite até o meio-dia o 13º salário deste ano para os coveiros e funcionários do Santa Isabel, no Portinho, e do Jardim dos Eucaliptos, no Jardim Esperança.

Os servidores ameaçaram uma greve geral ontem, mas a paralisação foi apenas parcial. Após um acordo intermediado pela coordenadoria de Postura, à tarde foram realizados dois enterros, um em cada cemitério.

– Só consegue receber se fizer pressão. Tomara que dê certo. Vamos aguardar – disse Eduar­do dos Santos, funcionário do Santa Isabel.

Uma categoria que também tem pressionado bastante o governo é a dos guardas municipais, que não ainda não viram a cor do salário de novembro em suas con­tas. Ontem, a manifestação acon­teceu na Avenida Teixeira e Sou­za, próximo à Praça Porta Rocha, onde o tráfego foi interrompido, causando um enorme engarrafa­mento que chegou ao Braga.

– Estou passando por trans­tornos em casa. Já vejo guardas morando na casa da mãe, da tia – lamentava o guarda municipal Manoel da Conceição.

Depois de mais de uma hora, os agentes deslocaram-se para o palco dos protestos nos últimos dias, a Ponte Feliciano Sodré, mas o trânsito continuou con­gestionado.