Assine Já
domingo, 11 de abril de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
19ºmin
Alerj
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 32434 Óbitos: 1183
Confirmados Óbitos
Araruama 8059 252
Armação dos Búzios 4018 49
Arraial do Cabo 1143 56
Cabo Frio 8778 419
Iguaba Grande 3162 76
São Pedro da Aldeia 4462 178
Saquarema 2812 153
Últimas notícias sobre a COVID-19
INCLUSÃO

Costureiros de Cabo Frio participam de projeto para pessoas em situação de vulnerabilidade social

Profissionais vão confeccionar mais de 18 mil paninhos de bocas para bebês que serão doados para instituições sociais

10 março 2021 - 19h24Por Redação

A pandemia do novo coronavírus deixou sem trabalho milhares de pessoas, como costureiros e artesãos, que perderam sua única fonte de renda. Diante desse cenário, a Enel Distribuição Rio e a Rede Asta se uniram para elaborar o projeto Costura + Renda, que tem como objetivo oferecer novas oportunidades de trabalho e empreender pessoas em situação de vulnerabilidade social que residem na área de concessão da distribuidora.

A iniciativa integra o pacote de iniciativas da Enel #JuntosNaMesmaEnergia que está destinando R$ 23,4 milhões para ações com foco na prevenção e no enfrentamento à Covid-19 no País. A partir do projeto, 43 costureiros residentes dos municípios de Campos dos Goytacazes, Macaé, Cabo Frio, Maricá, Paraty, Petrópolis e Teresópolis foram selecionados por meio do banco de dados da Rede Asta por dois meses para confeccionar paninhos de bocas para bebês. Cada profissional receberá R$ 2.739,20 pelo trabalho e, no total, serão produzidos 18.404 kits contendo 4 paninhos cada, que serão doados para instituições sociais, incluindo as que atendem pessoas com deficiência (PCDs).

“O projeto Costura + Renda, em parceria com a Rede Asta, é bastante relevante, especialmente nesse momento crítico de pandemia. Ao capacitar e gerar renda para os costureiros e beneficiar pessoas em situação de vulnerabilidade social, contribuímos para o desenvolvimento das comunidades onde estamos inseridos e geramos valor compartilhado”, destaca Claudia Guimarães, Head de Sustentabilidade em Distribuição da Enel Brasil.

O mapeamento dos costureiros selecionados para participar do projeto foi feito em conjunto pelas duas empresas. No final desta iniciativa, os profissionais vão participar de um curso de empreendedorismo oferecido pela Escola de Negócios da Rede Asta e irão integrar o projeto Enel Compartilha Empreendedorismo, que tem o objetivo de promover a inclusão social por meio de práticas empreendedoras, o empoderamento feminino e a geração de renda às comunidades.

“A parceria com a Enel Distribuição Rio, além de trazer a geração de renda para as costureiras, promove a doação dos paninhos para mães e bebês que mais precisam. A iniciativa trouxe também a oportunidade do desenvolvimento do empreendedorismo para mais mulheres de nossa rede de artesãs&costurerias. Acreditamos que o trabalho em Rede é essencial para transformação de vidas”, ressalta Míriam Lima, sócia da Rede Asta.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.