Assine Já
sexta, 10 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 320 Confirmados: 3310 Óbitos: 194
Suspeitos: 320 Confirmados: 3310 Óbitos: 194
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 1 528 19
Saquarema 23 541 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
cortes

Cortes na Prefeitura atingem Hemolagos

Diretor afirma que vai descumprir ordem do governo; funcionárias exoneradas estão grávidas

02 julho 2016 - 09h50Por Rodrigo Branco

 A Prefeitura de Cabo Frio ainda não anunciou oficialmen­te, mas os cortes na administra­ção municipal prometidos pelo prefeito Alair Corrêa (PP) com o fracasso nas negociações pelo empréstimo de R$ 200 milhões já estão acontecendo. Aliás, pela legislação eleitoral, ontem foi o último dia para contratar ou exo­nerar funcionários.

Duas das demissões acontece­ram no Hemolagos, único banco de sangue da região e referência na produção de hemoderivados. Com 21 funcionários, a unida­de conta atualmente com quatro funcionários cedidos pela pre­feitura e, no que depender do diretor Marcelo Paiva Paes, vai continuar funcionando com o mesmo quadro, uma vez que ele garante que não irá obedecer a determinação do prefeito.

Segundo ele, os nomes foram escolhidos à revelia e, para pio­rar, as funcionárias, ambas en­fermeiras, estão grávidas e não poderiam ser dispensadas. Ele foi comunicado ontem das deci­sões, pelo telefone.

– O desconhecimento do pre­feito e da secretária de Saúde (Suely Carrerette) é tamanho que não sabiam nem de quem se tratava. Não demitiram sequer pessoas da retaguarda, e sim do coração da unidade, que é a co­leta de sangue. Prefeitura não pode demitir sem planejamento – alerta Marcelo Paes.

* Matéria completa na edição deste fim de semana da Folha dos Lagos.