Assine Já
domingo, 05 de julho de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 272 585 40
Armação dos Búzios X 256 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 954 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 465 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
PT

Convenção do PT de Cabo Frio está nas mãos da Executiva Estadual

Derrotado nas prévias do partido por Flávia de Jesus, Luciano Silveira contesta contagem dos votos

09 agosto 2016 - 09h19Por Rodrigo Branco I Foto: Divulgação
Convenção do PT de Cabo Frio está nas mãos da Executiva Estadual

O engenheiro Luciano Silveira disse nesta segunda-feira (8) à Folha que recorreu à executiva estadual do PT para contestar a decisão do partido em lançar a professora Flávia de Jesus como candidata a prefeita de Cabo Frio. Pré-candidato a vereador, ele acabou derrotado nas prévias para a eleição majoritária. O PT decidiu pela candidatura própria na última hora, no fim do prazo para a realização das convenções partidárias – nos bastidores, era tido como certo o apoio a Marquinho Mendes (PMDB).

Segundo o engenheiro, dos 11 membros aptos a votar, apenas oito o fizeram. Ele reclama que, quando o placar estava 4 a 3 ao seu favor, o presidente da plenária votou para empatar a disputa e, em seguida, dar o voto de minerva a favor de Flávia.

– O presidente votou duas vezes. Em qualquer instância que seja, isso não pode acontecer. O presidente vota apenas para desempatar – queixa-se.
Mas, de acordo com o presidente municipal do partido, José Leandro Júnior, a contagem é outra. Ele relata que a primeira votação foi apertada (6 a 4), e, por conta de divergências no processo de escolha, os membros que apoiavam a candidatura do engenheiro Luciano Silveira não quiseram participar da segunda votação.

Para Júnior, o fato de a professora sempre ter defendido a candidatura própria foi determinante na escolha.

– A candidatura dela surgiu lá atrás quando a gente ainda debatia o apoio a Marquinho. Já o Luciano sempre se apresentou como candidato a vereador e contrário à candidatura própria – argumenta.

Luciano contestou a declaração de Júnior.

– A questão mudou por causa da conjuntura. Quando não houve mais a possibilidade de aliança, os convencionais resolveram me indicar para ser candidato a prefeito – rebate.

Conforme a Folha publicou na última sexta, a decisão aconteceu por conta das desavenças entre o PT e o PMDB, durante o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

Militante – Conhecida pela militância junto aos movimentos negro e de mulheres, Flávia de Jesus aprovou o resultado.
– O partido precisa crescer em Cabo Frio. Há muito tempo não temos candidato próprio. Além disso, a cidade vive um momento caótico e precisa de alguém que tente resolver essa situação – acredita a professora.

A presidente do Movimento Negro de Cabo Frio, Nilcinéa da Silva Azevedo, foi escolhida para ser a candidata a vice da petista.