Assine Já
quarta, 20 de outubro de 2021
Região dos Lagos
18ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
CREF

Conselho de Educação Física registra dez casos de falsos profissionais no primeiro semestre

Segundo o CREF, foram registradas outras 255 irregularidades na Região dos Lagos nos seis primeiros meses do ano

08 agosto 2019 - 16h40Por Redação I Foto: Divulgação
Conselho de Educação Física registra dez casos de falsos profissionais no primeiro semestre

O Conselho Regional de Educação Física (CREF1) registrou dez casos de exercício ilegal da profissão e outras 255 irregularidades nos municípios da Região dos Lagos, no primeiro semestre de 2019. Os dados foram divulgados pelo Departamento de Fiscalização do CREF1 nesta quarta-feira (7). Lideram o ranking de flagrantes feitos pelos fiscais as áreas de Musculação e Treinamento Funcional, com quatro ocorrências cada.

Entre as 255 irregularidades encontradas na região, 60 foram de pessoas jurídicas que não possuíam registro; 67 de estabelecimentos que não haviam nomeado o responsável técnico; 22 de profissionais que atuavam fora da área de habilitação; 28 de salas estavam desprovidas de profissionais de Educação Física no momento da fiscalização e 78 de profissionais que não possuíam a capacitação em Suporte Básico de Vida, obrigatório em todo o estado.

Segundo a supervisora de Fiscalização do CREF1, Giovanna Pereira, as ações da fiscalização têm por objetivo defender a sociedade e zelar pela qualidade dos serviços profissionais oferecidos, através da habilitação, regulação e fiscalização do exercício.

– Ter a presença do profissional de Educação Física em locais onde se pratica as mais variadas formas de atividade física, como academias, estúdios, clubes, entre outros, além de obrigatória, é fundamental, pois ele irá orientar de forma segura e eficiente a prática de exercícios – explica.

Ao todo, no primeiro semestre de 2019, o Departamento de Fiscalização do Conselho Regional de Educação Física (CREF1) flagrou 158 casos de exercício ilegal da profissão e mais de mil irregularidades nos estabelecimentos do Rio de Janeiro. O Grande Rio ainda se manteve no topo da lista de locais com maior incidência de exercício ilegal, com 118 ocorrências.

Todos os casos de exercício ilegal foram encaminhados ao Ministério Público e os estabelecimentos irregulares estão com processos em andamento no Departamento Jurídico do CREF1. Os profissionais que não estavam aptos em Suporte Básico de Vida, como determina a lei 7696/17, foram orientados a acessar o site do Conselho e fazer a inscrição em uma das turmas disponíveis.